Animais

Ração úmida ou ração seca: qual escolher? Veja aqui!

O que é melhor para os pets: ração úmida ou ração seca? Essa é uma dúvida bastante comum e, por isso, pode causar confusão. Veja como fazer.

Anúncios

Descubra qual a melhor opção entre ração úmida ou ração seca

Ração úmida ou ração seca
Ração úmida ou ração seca

A alimentação dos pets é muito importante para o bem estar deles, mas qual é melhor? Ração úmida ou ração seca? Veja hoje como escolher o melhor para seu companheiro.

Hoje é possível encontrar diversos tipos de rações no mercado. Por exemplo, existem as normais, as Premium e super Premium. Essas três se distinguem pela qualidade dos ingredientes. Essa qualidade se reflete, então, no preço.

Ainda, as rações também podem se diferenciar quanto às especialidades. Por exemplo, cães de pequeno ou grande porte. Igualmente, para gatos castrados ou não. Da mesma forma, aliás, existem as rações especiais para certas doenças ou obesidade animal.

Outros tipos e diferenças, então, ilustram-se na ração úmida e ração seca. A primeira é chamada comumente de sache. Já a segunda corresponde aos grãos em pacotes. Mas qual é a melhor e em qual devo apostar? Como tratar melhor do meu cão ou gato?

Hoje nós iremos ajudar você a melhorar a saúde do seu pet a partir da alimentação dele. Assim, veja abaixo mais sobre os tipos de ração e veja qual é a melhor para seu amiguinho de 04 patas. Também, como introduzir novos alimentos para ele.

Anúncios

Qual a diferença entre ração seca e ração úmida?

Como escolher entre ração úmida ou ração seca?
Como escolher entre ração úmida ou ração seca?

Como falamos acima, as rações úmidas são aquelas que conhecemos como sache. Por outro lado, a ração seca é aquela normal, de pacotes, que conta com pequenas unidades e que parecem biscoitinhos.

Mas qual é a diferença dessas rações?

Pois bem. A ração seca se mostra mais fácil de guardar e de manter. Depois de aberta, ela dura por semanas a fio, desde que haja cuidados. Dentre eles estão o local de armazenamento, bem como a manutenção do pacote sempre fechado com grampo, etc.

Por outro lado, a ração úmida, que também leva o nome de sache, costuma ter mais proteínas e carboidratos. Mas não só isso, pois ela também contém água. Contudo, ela é mais difícil de armazenar, além de ter mais conservantes.

A ração úmida, geralmente, tem duração máxima de 24 horas. Para isso, ainda, exige armazenamento na geladeira. Em caso contrário ela fica incompatível com o consumo e pode causar prejuízos de ordem gastrointestinal para o seu pet.

Mas, então, qual usar? Continue lendo para saber se você deve apostar na ração úmida ou ração seca. Também, veja como melhorar a alimentação do seu pet e, assim, aumentar seu bem-estar e longevidade.

Armazenamento de alimento para gatos

O armazenamento de alimentos para gatos faz toda a diferença no sabor, durabilidade e segurança dele. Por isso, confira dicas para armazenar!

Pode misturar ração seca e úmida?

Ração seca e úmida
Ração seca e úmida

A mistura com a ração úmida e ração seca leva o nome de Mix Feeding. Ela pode ocorrer, ou seja, pode misturá-las. Contudo, isso requer alguns cuidados essenciais para manter a saúde e proteção do seu pet.

Primeiramente, evite servir as rações no mesmo pote. A ração úmida tem baixíssima durabilidade depois de aberta, fora da geladeira. E, como o pote do seu gato ou cão não fica em refrigerador, ele não mantém ao alimento úmido com qualidade.

Dessa maneira, considere esse cenário: você serve ao seu pet, no mesmo pote, ração úmida e a seca. Então, elas entram em contato. Contudo, ele come apenas parte dela. Note que os restos de ração úmida, então, vão estragar.

Eles oxidam e não apenas perdem os nutrientes. Em outras palavras, o que ocorre não é apenas a perda do poder nutritivo do alimento. Ele também se torna incompatível com o consumo e podem causar reações adversas.

Nesse caso, então, existem dois pontos. O primeiro é que o seu pet pode se intoxicar ao comer a ração seca e ração seca em mistura. Afinal, a primeira estraga em questão de 01 hora, fora da geladeira. Por isso, pode causar um incidente de saúde.

O segundo ponto, então, é que você irá jogar fora a ração seca que não precisava estragar com molhada. Por isso, entenda: você pode servir ambas rações para seu pet. Contudo, não deve servi-las no mesmo recipiente.

Somente o faça em fases de adaptação, quando necessários. Assim, use pequenas quantidades e jogue o que restar logo depois do seu pet se alimentar. Com isso, você não o coloca em perigo.

Anúncios

Como umedecer a ração?

Os gatos são apaixonados por sache e por ração úmida. Por isso, a adaptação com eles é muito fácil. Geralmente, basta servi-la e pronto, ele já a atacou. Nesses casos, então, é muito simples. Você somente deve servir o alimento úmido em um pote à parte e ver a mágica acontecer.

Por outro lado, para cães o negócio é diferente. Eles podem ser mais resistentes à ração úmida, mas isso varia de acordo com a raça. Por exemplo, Goldens fogem à essa lógica. Afinal, eles comem qualquer coisa passível de se alimentar.

Contudo, no caso de cães que resistam à alimentação úmida, existe uma boa estratégia. Comece oferecendo os alimentos em mistura. Assim, “esconda” a ração úmida junto à tradicional. Entretanto, logo após servir e terminar a refeição do cão, jogue o restante fora.

Ninguém quer causar uma intoxicação que pode ter graves consequências. Aos poucos, então, seu cão se acostuma à textura da ração úmida. Depois de um tempo se torna possível servi-la à parte e sem escondê-la.

Qual a melhor ração?

Por fim, é possível que tenha ficado a dúvida: então, o que servir? Ração úmida ou ração seca?

A ração úmida é importante por ajudar o seu pet, seja gato ou cão, a consumir mais água. Isso é essencial ao bom funcionamento do organismo. Especialmente em relação aos felinos, que não costumam se hidratar muito.

Contudo, a ração úmida é mais difícil de manter. Por isso, mantenha a alimentação diária com alimento úmido. Assim, complemente-a com a úmida, que pode ser servida 02 a 03 vezes por semana.

Assim, o seu pet aproveita os benefícios da ração úmida e da ração seca. Isso lhe proporciona bem-estar e longevidade.

Ração para gatos

Quem tem um gato sabe, quando é hora de comprar a ração do seu felino, você nunca tem muita certeza sobre qual escolher.

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

Beleza

Laminação de sobrancelhas: descubra como fazer sozinha

A laminação de sobrancelhas é uma moda que veio para ficar! Ela consiste em uma técnica que preenche as sobrancelhas sem perigo ou exagero. Veja mais!

Saiba mais sobre como aplicar a técnica de laminação de sobrancelhas sozinha

A laminação de sobrancelhas (Brow lamination) é perfeita para quem sonha com sobrancelhas fartas e não quer passar por procedimentos invasivos. Conheça a técnica!

Sobrancelhas laminadas nada mais são do que aquelas que contam com fios lisos. Soma-se o formato desses pelos ao posicionamento. Aqui, há escovação dos fios para cima. Com isso, obtém-se um visual diferente, cheio de personalidade e fashion!

Essa técnica ganha a cada dia mais destaque. Principalmente porque se mostra como uma alternativa aos tratamentos invasivos. Ou, ainda, àqueles que exigem a aplicação de agulhas e outros instrumentos que ofereçam risco aos olhos.

Outra questão interessante sobre o Brow lamination é que ele não oferece qualquer perigo aos fios naturais das sobrancelhas. Por isso, ele pode ser feito sem medo. A mesma coisa se refere ao seu retoque.

Interessou-se? Pois então continue lendo para conhecer mais sobre a técnica do momento. Quem sabe ela não é a solução para as suas sobrancelhas? Confira, portanto, como você pode mudar o visual sem riscos ou resultados colaterais negativos.

O que é a laminação de sobrancelhas?

O Brow lamination é uma técnica, como dissemos, que se volta às sobrancelhas. Ao fazê-lo, ele foca tanto no formato e posicionamento dos fios quanto às eventuais falhas. Assim, a laminação busca dar outro visual com procedimentos simples e não invasivos.

Dá-se o nome de sobrancelha laminada àquela que conta com os fios lisos e penteados. Porém, não é apenas isso que a técnica faz. Ela também conta com a aplicação de uma tinta superficial, que fica sobre os pelos (e não sobre a pele).

Assim, ao final o resultado é surpreendente. Ele conta com uma sobrancelha marcante, em que os pelos estão no seu devido lugar. A coloração, igualmente, auxilia no preenchimento e para dar aquele ar de mistério ao olhar.

Brow lamination: técnica para sobrancelhas

A moda está sempre em atualização e as sobrancelhas não ficam de fora. Brow lamination é a última tendência para essa área. Conheça mais!

Quais são as principais características da laminação de sobrancelhas?

Veja, então, três características essenciais da laminação de sobrancelhas:

  • Alisamento dos fios: com isso, busca-se tornar os fios menos rebeldes e mais maleáveis para o posicionamento;
  • Escovação para cima (podendo encontrar outros modelos): permite que haja cobertura com os fios naturais de eventuais falhas que a sobrancelha contiver;
  • Uso de pigmento: o último quesito do Brow lamination é a utilização de um pigmento que se aplica sobre os pelos. Por isso, essa última parte é bastante semelhante à técnica de henna. De outra forma, afasta-se completamente da micropigmentação.

Mas por que a técnica de laminação de sobrancelhas aposta no alisamento e na escovação dos fios? Isso se dá por inúmeros motivos. Em primeiro lugar, porque muitas pessoas possuem fios rebeldes. Nesses casos, eles podem nascer em direções contrárias e ficar uma bagunça.

Igualmente, porque ao escová-los para cima e no formato liso, eles tendem a encobrir as falhas. Com isso, a sobrancelha fica natural, toma o ar fashion e, de quebra, ainda aparenta preenchimento. E tudo isso é possível sem dor ou riscos aos seus olhos e fios naturais.

Quanto tempo dura o brow lamination?

Assim como as demais técnicas para fios das sobrancelhas e cílios, a laminação de sobrancelha tem duração variável. Ela depende de uma série de questões, por exemplo:

  • Cuidados no pós-procedimento;
  • Qualidade dos produtos aplicados sobre os fios da sobrancelha;
  • Características da pele no que diz respeito à oleosidade e ao suor.

Portanto, pode ser que a técnica tenha duração variável a depender da cliente. Porém, em termos gerais é possível afirmar que a Brow lamination dura entre 01 e 02 meses. Dessa maneira, é possível ostentar arcos perfeitos por um bom tempo.

Como é a técnica de brow lamination?

Essa técnica, conforme já falamos brevemente, conta com alguns passos. Afinal, é preciso alisar os pelos, penteá-los (e firmá-los em uma posição) e pintá-los. Por isso, a técnica somente fica pronta após algumas etapas importantes.

Para entender como ela ocorre, veja abaixo o passo a passo de acordo com cada uma das etapas para a realização da laminação de sobrancelhas.

01. Preparando a pele

A primeira etapa para a técnica de Brow lamination é a limpeza da região em que ela se aplicará. É essencial que a pele e os fios estejam devidamente limpos e sem qualquer tipo de maquiagem. Em caso contrário o resultado final pode ficar comprometido.

02. Posicionamento dos pelos

O segundo passo condiz ao posicionamento dos pelos, o que ocorre com a escovação dos fios da sobrancelha.

03. Aplicação da cola e da tinta sobre os pelos

Agora, a profissional responsável pela Brow lamination inicia a aplicação da cola própria para isso. Assim, aplica um pouco da cola e faz a escovação dos fios. Esse processo se repete algumas vezes.

Essa parte dura em torno de 08 minutos e, depois, requer o uso de um neutralizador sobre os fios, por 05 minutos. Por fim, retira-se o produto, havendo sua substituição pelo tonalizante.

04. Design de sobrancelha

Por fim, retira-se a tinta e o designer termina a técnica de laminação de sobrancelha com a retirada do excesso de pelos.

Os pelos precisam, necessariamente, ficar para cima?

Essa é uma dúvida comum. Afinal, o Brow lamination conta com o uso de uma cola. Ela tem o intuito de posicionar os pelos, apontando-os para cima. Entretanto, isso não é uma obrigatoriedade.

Para sermos claros, saiba que os fios não precisam ficar assim após a técnica. Caso você queira, pode mantê-los para cima (e garantir um visual bem fashion). Contudo, caso não seja o seu desejo, basta escová-los do modo que preferir.

A cola apenas sustenta o fio, mas não o obriga a ficar em uma posição específica. Por isso, você pode moldá-lo da forma que quiser.

Como fazer laminação de sobrancelhas sozinha?

Por fim, saiba que é possível aplicar a Brow lamination em casa. Nesse caso, contudo, o efeito não tem duração de um a dois meses. Ele dura apenas até o momento em que você retirar a maquiagem e o produto.

Para isso, aposte em sprays fixadores para fios ou, então, em géis específicos para os pelos dessa região. Assim, escove-os para cima e, depois, aplique a maquiagem para sobrancelha de acordo com sua preferência.

Tudo sobre a micropigmentação de sobrancelhas

A micropigmentação de sobrancelhas pode ser a solução para a falta de pelos. A técnica está em alta, e é uma ótima oportunidade. Saiba mais!

Você também pode gostar

content

Como fazer o Curso de manicure Instituto Universal?

Veja o passo a passo para fazer o curso de manicure Instituto Universal e tenha acesso a 60 horas de conteúdo, além de apostilas completas!

Continue lendo
content

Como divulgar um curso de automaquiagem? Veja!

Você sabe como divulgar um curso de automaquiagem, para gerar boas vendas e um bom engajamento? Pois não perca mais tempo e descubra aqui!

Continue lendo