Animais

Ração para gatos: o que é e como escolher a mais adequada pra seu felino?

Anúncios

por Lucas Silva

25/11/2020 | Atualizado em 23/09/2021

Quem tem um gato sabe, quando é hora de comprar a ração do seu felino, você nunca tem muita certeza sobre qual escolher. Existem rações úmidas, secas, com carne, com legumes, para diminuir a glicose, para manter o peso, para gatos seniores… São MUITAS!

Logo, qual escolher? Como saber do que seu gato precisa, o que ele pode comer, qual ele vai gostar?

Procurando descobrir sobre a alimentação dos gatos, fomos atrás de algumas informações. Então, descubra aqui seu guia definitivo sobre a alimentação dos gatos!

Anúncios

Nem leite, nem ratos: o que um gato (doméstico) come?

Quando pensamos em um gato comendo, duas imagens vêm à nossa cabeça: leite e ratos. Se a primeira está errada (pasmem), a segunda é verdade, mas não é recomendado.

Por quê?

Primeiro, o leite. Gatos são mamíferos. Porém, são mamíferos apenas do… Leite de suas mães. Depois que eles entram na fase do desmame, seus corpos vão retirar o cálcio de outros alimentos.

O leite de vaca é adequado para o bezerro. O de cabra, para o cabrito. O de ovelha, para o carneirinho… O leite desses animais, que consumimos em larga escala, é extremamente gorduroso, e tanta gordura pode afetar o fígado e os rins de seu gato.

Logo, não sirva leite para seu gato.

Segundo, o rato. Gatos são animais que evoluíram de felinos selvagens, como tigres, onças e leopardos. Isso é, felinos que caçam. Logo, seu gato, se não fosse você alimentando ele, provavelmente, caçaria ratos.

Anúncios

Isso não quer dizer que você deva deixar seu gato sem ração, para ele comer ratos!

Ratos são muito contaminados por doenças e substancias químicas, oriundas de poluição e fábricas. Principalmente os urbanos. Também são animais que combatemos com venenos, desde venenos alimentares, até venenos gasosos.

Ou seja, um rato urbano pode passar doenças por seu gato, ou pode envenenar ele.

Assim, o que gatos domésticos comem? A resposta é: ração.

Jantando com meu gato: qual é o menu?

Gatos também podem comer alguns alimentos que seus tutores comem. O principal deles é carne. De preferência, alguma sem osso, e sem gordura.

No caso dos peixes, prefira peixes frescos e levemente cozidos.

No caso de frutas e legumes, prefira aquelas que não são cítricas, como maçãs, melões, mamões, e legumes como cenoura abóbora, brócolis. Folhas, tipo alface, também estão liberadas.

Mas nunca faça desses agrados, a refeição principal de seu gato. Às vezes, você pode estar ofertando os alimentos nas porções erradas.

E antes de fazer isso, claro, converse com seu veterinário. Às vezes, os gatos apresentam sinais de doenças e alergias a algumas comidas, e só o veterinário saberá identificar.

E o que um gato precisa, para ser saudável?

Gatos são, essencialmente, carnívoros. Isso significa que o que eles mais precisam comer são proteínas e ferro.

Por um lado, você não deve simplesmente parar de comprar ração, e só ofertar carne para seu felino. Eles são “essencialmente”: ou seja, a maior parte da dieta deles é composta por proteínas, mas eles também precisam de vitaminas e sais minerais.

A proporção correta de proteínas e outras substâncias, as fontes, e a variedade só são determinadas com exatidão por uma pessoa: o veterinário.

Dessa maneira, antes de adotar qualquer dieta para seu gato, converse com um veterinário. Só ele vai saber indicar as rações mais adequadas pro gato.

Cada gato é um gato único. Literalmente, não só porque eles são nossas fontes de tufos e amor. Há raças que demandam mais de uma substancia que outras. Gatos de diferentes idades precisam de diferentes nutrientes. Gatos com condições de saúde diferentes precisam de rações diferentes.

O que é a ração de gato?

Assim, chegamos a um ponto crucial. O que é ração de gato? É simplesmente uma bolinha marrom parecida com uma bolacha, ou ali tem alguma outra coisa?

Primeiro, a ração de gatos é exclusiva para… Gatos! A ração de cachorros, ou outros mamíferos é bem diferente da ração de gatos. Isso acontece porque o organismo dos gatos é bem diferente do organismo de um cachorro, ou outros mamíferos.

Se o seu gato comer uma bolacha de cachorro, de vez em quando, ele não vai ficar doente. Porém, vai ficar desnutrido.

Pense: se você almoçar todo o dia salgadinhos sabor cebola, você será uma pessoa saudável?

Mas o que tem na ração, que é tão diferente assim?

Basicamente, na ração de gatos (e cachorros) há: carne, cereais, e amido ou gelatinas.

O que muda de ração para ração são as proporções, e as funções. Uma ração para gatos com sobrepeso será diferente de uma ração de filhotes. Uma ração para controle de glicemia é diferente de uma ração para controle de colesterol.

E aí, como você escolhe qual ração comprar? Vamos repetir o mantra do Senhor Gato?

“OM… PROCURE UM VETERINÁRIO… OM”.

Ração seca ou ração úmida?

Agora, imagine a situação: você foi ao veterinário, a doutora ou doutor disse que seu bichano está bem. Agora, você irá comprar ração.

Qual escolher? Ração seca ou úmida? E o que é uma ração seca? O que é uma ração úmida?

A ração seca é, basicamente, uma bolacha. A úmida, um patê. Como tudo na vida, elas têm vantagens e desvantagens, e é importante você ponderar todos os pontos antes de optar por uma ou outra. Mas, médicos veterinários, quase sempre vão recomendar você comprar as duas. Vejamos.

Ração seca: vantagens

A vantagem da ração seca é seu custo-benefício. Como elas são “bolachas”, elas são vendidas em uma quantidade maior. Além disso, podem ficar mais tempo na tigela, porque são grãos secos.

Isso as torna mais fáceis de armazenar (e descartar, quando começam a estragar).

Além disso, elas grudam menos nos dentes. Então, a higiene dos gatos fica mais fácil.

Ração seca: desvantagens

Como elas são secas, são mais duras. Isso pode ser um problema para gatos muito jovens (que estão trocando a dentição) ou muito idosos (que perderam os dentes).

Outra coisa, é que sua consistência, seca, pode desagradar ao paladar de alguns gatos, ou mesmo dar uma leve indigestão – mas isso não é comum.

Ração úmida: vantagens

A maior vantagem da ração úmida é sua consistência. Como ela parece um patê ou creme/caldo de carnes, os gatos comem elas com muito mais gosto.

Outra coisa boa é que, por serem úmidas, não só alimentam os gatos. Ela também podem ser uma fonte de hidratação.

Ração úmida: desvantagens

A maior desvantagem da ração úmida é que ela estraga muito rápido, justamente por ser um alimento imerso em um caldo. Assim, se o seu gato não comer ela naquele momento, provavelmente você terá de jogar tudo fora.

E isso é um problema não só pelo desperdício de comida. O custo (elas costumam vir enlatadas, pra durar mais) pode pesar um pouco. E como elas não duram muito depois de abertas, um pote de ração úmida é bem menor do que um de ração seca.

Assim, como você pode ver, o mais importante é você alimentar seu gato. Não existe ração perfeita e o ideal (além de ir ao veterinário com frequência) é você ir equilibrando e variando a ração.


O que achou de nosso artigo? Faltou falar de alguma coisa? Ficou alguma dúvida sobre ração de gatos? Tem alguma que você prefira? Alguma que você usou e gostou (ou não gostou)? Conte para nós nos comentários!

E, para não perder mais nenhuma postagem do Senhor Gato, se inscreva no nosso newsletter e fique sempre por dentro de nossos conteúdos!

Sobre o autor

Lucas Silva

Escritor e professor. Escreve sobre literatura, poesia, animais, filmes, séries e demais coisas de cultura. Já publicou dois livros de poesia e logo publica mais um.

Em Alta

content

Bases para peles oleosas: 15 melhores opções!

As bases para peles oleosas são as melhores opções para quem tem esse tipo de pele. Clique aqui e confira o artigo completo!

Continue lendo
content

Pode deixar o gato sair para a rua? Veja aqui!

Você pode deixar um gato sair? É seguro? Ou existem riscos? Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto aqui em nosso artigo especial! Veja.

Continue lendo
content

Gato Devon Rex: saiba tudo sobre essa raça aqui!

De orelhas grandes e pelos curtos, o gato Devon Rex é conhecido por sua personalidade leal e brincalhona. Conheça tudo sobre ele aqui!

Continue lendo

Listas

As 20 raças de gato mais caras do mundo!

Você sabia que existem gatos que podem chegar a milhares de reais? Não? Então, confira aqui as raças de gato mais caras do mundo e se surpreenda!

Conheça quais são os gatos de luxo que existem

Você sabe quais são as raças de gato mais caras do mundo? Pois bem, gatos são animais únicos, e se você chegou até aqui é porque certamente gosta desses bichanos!

Mas, dependendo da raça, eles podem ser bem caros de se adquirir. Por isso, nós listamos aqui as raças de gato mais caras do mundo atualmente e a faixa de preço que você deve esperar. Então, confira a seguir!

Quantas raças de gatos existem?

Uma curiosidade ronda a mente dos tutores de felinos, quantas raças de gatos existem? Você teria uma ideia? Veja aqui e descubra!

20 – Ocicat

Preço estimado: Cerca de R$3000

Pois bem, o Ocicat é uma raça recente (originada por volta dos anos 60) cujo nome deriva da sua semelhança com o Ocelot selvagem, embora não tenha um DNA de gato selvagem.

19 – Norueguês da Floresta (Norwegian Forest Cat)

Preço estimado: R$1800 – R$3000  

Pois bem, um nativo do norte da Europa, essa raça também é chamada de Skogkatt ou Gato da Floresta na Noruega. Assim, com pelo comprido e um “casaco” de lã, o Gato Norueguês da floresta é adaptado a climas frios.  

18 – Mau Egípcio (Egyptian Mau)

Preço estimado: R$1800 – R$3000

Esse gato de aparência exótica é também conhecido por ser extremamente inteligente e fiel. Ademais, o Mau Egípcio tem uma postura de chita e sua natureza extrovertida fazem dele um ótimo companheiro.

17 – Siamês (Siamese)

Preço estimado: R$800 – R$3000

Pois bem, originado da Tailândia (anteriormente chamado de Siam) e exportado durante o final do século 19, esses gatos elegantes se tornaram favoritos na América e na Europa, aparecendo em muitas exposições de gatos.

Gato siamês: saiba tudo sobre essa raça de gato!

O gato siamês é uma raça de gato que chama atenção pela beleza, com olhinhos brilhantes normalmente azuis, e pelagem cinza! Conheça aqui!

16 – Korat

Preço estimado: R$2200 – R$3000

Então, o cor deste gato único é descrita como azul prateado que lhe dá um brilho cintilante e uma aparência semelhante a um halo. Além disso, o Korat encontra sua origem na província de Korat, na Tailândia, e possui poderes especialmente sensíveis de cheiro e visão.

15 – Selkirk Rex

Preço estimado: R$1900 – R$3000

Uma das mais novas raças de gatos, o Selkirk Rex foi o resultado da criação de um gato doméstico com um gato persa negro. Assim, o pelo encaracolado neste exemplo é um resultado de um gene dominante: os gatinhos desta raça nascidos na mesma ninhada têm a mesma probabilidade de ter pelos lisos.

Gato sentado em superfície de móvel

Gato Selkirk Rex: saiba tudo sobre essa raça aqui!

O gato Selkirk Rex tem características marcantes, como seu pelo encaracolado que lembra uma ovelha. Confira tudo sobre a raça aqui!

14 – Siberiano (Siberian)

Preço estimado: R$2600 – R$3300

Este gato doméstico de cauda espessa tem sido criado na Rússia há séculos. Hoje em dia, a raça siberiana tem aparecido em muitos contos de fadas russos e livros infantis.

13 – Gato de pelo curto americano (American Shorthair)

Preço estimado: R$1500 – R$3300

Conhecido por sua longevidade e constituição robusta, o American Shorthair tem suas origens nos gatos europeus trazidos para a América do Norte pelos primeiros colonos para proteger suas cargas de ratos.

Pata de gato

Gato de Pelo Curto Americano: saiba tudo sobre

Com ancestrais caçadores e muito ágeis, o gato de Pelo Curto Americano é uma raça carinhosa e ideal para famílias! Confira mais aqui!

12 – Gato de pelo curto inglês (British Shorthair)

Preço estimado: R$3000 – R$3700

Os British Shorthairs são conhecidos pelo seu denso pelo, rosto largo e corpo poderoso. Além disso, a raça foi desenvolvida em uma ampla gama de cores, mas a tonalidade mais comum continua sendo o “British Blue”, um sólido azul-cinza.

Gato de pelo curto inglês: tudo sobre essa raça!

O gato de pelo curto inglês, também conhecido como British Shorthair, é uma raça de gatos com coloração de tons de cinza e marrom, veja aqui!

11 – American Wirehair

Preço estimado: R$3700 – R$4400

Uma raça americana única, acredita-se que este gato seja o resultado de mutação espontânea em uma ninhada de gatos de fazenda de estado de Nova Iorque em 1966. Então, é considerada uma raça rara, em que só 22 de tais gatos foram registrados a partir de 2003.

10 – Ragdoll

Preço estimado: R$3000 – R$4000

A cabeça em forma de V desta raça foi desenvolvida pela primeira vez por um criador chamado Ann Baker em Riverside, Califórnia, EUA, na década de 1960. Sem dúvida, este gato é conhecido por seu temperamento suave e dócil.

Gato deitado atrás da cadeira

Gato Ragdoll: saiba tudo sobre essa raça aqui!

O gato Ragdoll é uma das maiores e mais populares raças de gato do mundo, com personalidade dócil e companheira, você vai se encantar por ele!

9 – American Curl

Preço estimado: R$3000 – R$4400

Pois bem, uma das raças mais jovens atualmente, o American Curl se distingue por suas orelhas curvadas para trás. Assim, os primeiros American Curls apareceram como gatos vadios na porta de um casal americano em Lakewood, Califórnia, em junho de 1981: acredita-se que a raça venha de uma mutação espontânea.

8 – Sphynx

Preço estimado: R$3300 – R$4400

Esta raça sem pelo foi produzida pela primeira vez através de reprodução seletiva na década de 1960. Então, sua pele tem textura de camurça, com pouquíssimo ou quase nenhum pelo. Além disso, também podem apresentar bigodes pequenos, quebrados ou totalmente ausentes.

7 – Scottish Fold

Preço estimado: R$3000 – R$5500

Os Scottish Fold Cats tem como ancestral um gato branco chamado Susie que tinha orelhas dobradas um tanto incomuns. Então, o gato havia sido encontrado em um celeiro na região de Tayside, na Escócia, em 1961 por um pastor chamado William Ross, que mais tarde o criou.

gato Scottish Fold saindo da casinha

Gato Scottish Fold: saiba tudo sobre essa raça

Conheça o gato Scottish Fold, um animal dócil e amoroso com as características orelhas dobradas. Com certeza, você vai se encantar com a raça!

6 – Russian Blue

Preço estimado: R$3700 – R$6200

Famosa por sua pelagem azulada, acredita-se que o gato azul russo tenha se originado na cidade portuária russa de Arkhangelsk. Assim, a raça provavelmente viajou para a Europa, especificamente para a Grã-Bretanha, em veleiros no século XIX.

5 – Peterbald

Preço estimado: R$6.200 – R$11.000

Pois bem, uma nova raça da Rússia, o Peterbald é um gato sem pelos que foi criado em 1994 como resultado do acasalamento experimental de um macho Don Hairless e uma fêmea Oriental Shorthair em São Petersburgo. A raça é conhecida por seu temperamento brando e por ser inteligente e energética.

Gato tomando sol

Gato Peterbald: saiba tudo sobre essa raça aqui!

Se você gosta de gatos exóticos e que não precisam de muita manutenção, então conheça o gato Peterbald, uma raça recente e carinhosa!

4 – Persa (Persian)

Preço estimado: Cerca de  R$11.000

Originária da Pérsia, a raça é referenciada em escritos datados de 1684 a.C. Então, eles são conhecidos por seus longos pelos soltos e personalidade doce e gentil.

Gato persa: saiba tudo sobre essa raça de gato!

O gato persa é uma das raças mais conhecidas de gatos, por seu jeito peculiar e cara de mau humor, ele conquista muitos corações! Veja mais.

3 – Gato-de-bengala (Bengal)

Preço estimado: R$11.000 – R$18.000

Com uma grande semelhança com um leopardo asiático – um pequeno felino selvagem, não o grande predador nativo da África -, esse felino marrom foi desenvolvido nos Estados Unidos em 1963, quando gatos leopardos foram cruzados com gatos domésticos.

Gato Bengal: saiba tudo sobre essa raça de gato!

O gato bengal é muito conhecido mundialmente pela sua pelagem tigrada, como se fosse um tigre de bengalas, daí seu nome. Veja mais!

2 – Savannah

Preço estimado: Cerca de R$90.000

Pois bem, caracterizado por pernas excepcionalmente longas, o gato Savannah é um cruzamento entre um gato africano selvagem médio e um gato doméstico. Assim, suas cores comuns são preto sólido, preto esfumaçado e malhado.

Filhote de Savannah

Gato Savannah: saiba tudo sobre essa raça aqui!

O gato Savannah, uma das raças mais caras do mundo, é um descendente direto do felino selvagem Serval. Conheça mais características aqui!

1 – Ashera

Preço estimado: R$275.000 – R$460.000

Por fim, um Ashera é um híbrido de genes de vários gatos, supostamente um cruzamento entre um gato doméstico, o gato Leopardo Asiático e o Serval africano. Então, criada pela Lifestyle Pets Company, a raça tem padrões semelhantes aos de um leopardo da neve e é vendida por até US$ 125 mil.

Pois bem, como você pôde ver, as raças de gato mais caras do mundo podem chegar a preços alarmantes! E se você quer conhecer mais curiosidades sobre os bichanos, confira o nosso conteúdo recomendado a seguir!

Gatos famosos no cinema mundial

Você sabe quais são os gatos famosos do cinema? Pois veja hoje quais são os bichanos que conquistaram as telonas e se divirta!

Você também pode gostar

content

Plano de saúde Pet Mais Vida: como fazer para seu pet?

O plano de saúde Pet Mais Vida é uma opção bem interessante para os tutores que buscam melhorar a qualidade de vida dos seus pets!

Continue lendo
content

Cursos Online Gratuitos Senai: conheça as opções de curso online!

Confira aqui os cursos online gratuitos Senai e se profissionalize para entrar no mercado de trabalho ainda mais preparado. Saiba mais!

Continue lendo
content

Gato Ashera: saiba tudo sobre essa raça de gato!

Conheça o gato Ashera, a raça mais cara do mundo! Produzido em laboratório, esse exemplar é híbrido com descendência selvagem.

Continue lendo