Gatos

Gato Angorá: saiba tudo sobre essa raça de gato!

O gato angorá é um dos mais conhecidos no mundo. Mas você sabe como reconhecê-lo, seu comportamento e como cuidá-lo? Continue lendo para conferir tudo isso e mais!

Anúncios

por Aline Mesquita

13/10/2021 | Atualizado em 27/10/2021

Descubra tudo sobre a raça Gato Angorá

Descubra tudo sobre a raça Gato Angorá
Descubra tudo sobre a raça Gato Angorá

Dentre as raças de gatos que existem o gato angorá é um que se destaca. Famoso, ele é uma graça e encanta a quem o conhece. Veja, hoje, tudo sobre ele!

Esse é um gato de longos pelos que encanta pela personalidade e pela aparência. Natural da Turquia, hoje está presente no mundo todo, inclusive no Brasil. Assim, tornou-se uma das mais famosas raças de felinos domésticos.

Quer conhecer mais sobre esse gatinho? Então continue lendo. Abaixo você encontra tudo sobre ele. Confira como reconhecer essa raça, o valor do gato Angorá, seu porte e quais cuidados são indispensáveis na sua criação.

Proteger o gato de fugir: 8 dicas práticas

Proteger o gato de fugir é muito importante, para evitar que ele seja exposto a diversos riscos, inclusive de morrer! Por isso, veja aqui como protegê-lo!

Anúncios

Qual é o Gato Angorá?

O gato Angorá (também conhecido como gato Angorá Turco nos países de língua inglesa) é um gato bastante conhecido. Ele tem registros desde o século XVII. Apesar disso, hoje ele encontra bastantes modificações genéticas. Elas se deram pela busca de melhorias na pelagem, bem como por cruzamentos naturais.

Esse gato tem como característica principal sua pelagem farta e comprida. Contudo, ele não possui subpelos. Além disso, a cauda do gato Angorá é bastante cheia e chamativa. Apesar dos gatos mais famosos dessa raça serem brancos, também se apresentam em outras colorações. Dentre as principais, além da branca, estão os pretos azulados, lilás e casca de tartaruga. 

Outro ponto interessante é que eles geralmente apresentam duas colorações de olhos, com um de cada cor, embora haja exceções. Quanto a isso, uma curiosidade: gatos angorás brancos de olhos azuis são surdos. Isso se deve a uma questão genética.

Além disso, quando eles possuem um olho azul e outro de outra cor (como amarelado ou verde) o ouvido do mesmo lado do olho azulado costuma ter deficiência auditiva. 

Ainda, o gato Angorá possui algumas características comportamentais. Ele é bastante carinhoso e tem muito apego ao seu dono. Apesar disso, pode apresentar certa teimosia, o que se deve em muito ao seu alto grau de inteligência.

Outro ponto muito interessante sobre seu comportamento é o amor por água. Ou seja, os gatos do tipo Angorá não apenas gostam de brincar com água, como também se animam com banhos, diferentemente da maioria dos felinos.

Quanto custa um Gato Angorá?

Quanto custa um Gato Angorá?
Quanto custa um Gato Angorá?

O valor dos gatos dessa raça variam muito. Em geral, é possível encontrar um gatinho angorá entre R$ 400 e R$ 1000. Contudo, lembre-se sempre de verificar se o criadouro tem certificação de procriação dessa raça. Igualmente, que despende bons tratamentos aos animais, tanto aos procriadores quanto aos filhotes.

Anúncios

Qual tamanho chega e quanto vive?

O gato Angorá é um animal de porte médio. Assim, ele costuma pesar entre 5 e 7 quilos ao atingir a idade adulta. Já a sua altura varia entre 40 e 50 centímetros.

No que diz respeito à longevidade do Angorá, a média de tempo de vida é de 12 a 18 anos. Portanto, veja que esse é um pet que pode lhe acompanhar por um longo momento da sua vida, especialmente quando se tomam os cuidados necessários com a sua saúde. Abaixo, veja dicas de como criar e cuidar do seu gato Angorá para garantir o máximo de vida possível com a melhor qualidade e bem-estar.

Como criar um Gato Angorá?

Como criar um Gato Angorá?
Como criar um Gato Angorá?

Abaixo, por fim, confira algumas dicas de como criar seu Angorá com toda a atenção e o cuidado que ele merece. Com isso, você garante a felicidade e o bem-estar do seu pet e a longevidade dele.

Banhos quinzenais

Em razão da espessa pelagem e da ausência de subpelos, o gato Angorá requer banhos quinzenais. Para isso, deve-se ter à disposição xampu próprio para felinos. Igualmente, tenha cuidado para secá-lo bem para evitar situações de hipotermia. Ainda, aqui as chances de resistência ao banho são baixas, pois eles amam água.

Escovação diária dos pelos

Outro cuidado necessário com o gato Angorá é a escovação diária. Novamente isso se dá em razão dos pelos fartos que têm predisposição a formar nós. E eles, por sua vez, podem causar dor no felino. Igualmente, a escovação é indispensável para manter a beleza dos fios e para deixá-los sempre limpos e longe de poeira e microrganismos nocivos.

Alimentação equilibrada

Assim como outros felinos, o gato Angorá requer uma alimentação especial e equilibrada. Com isso, garantem-se os nutrientes essenciais para ele, evita-se excesso de sódio e de conservantes. Não deixe de consultar o veterinário quanto à melhor opção para seu pet.

Brinquedos e distrações

O gato Angorá é cheio de energia e um grande explorador. Por isso, mesmo que se adapte bem em apartamentos e casas pequenas, ele requer brincadeiras e distrações. Dessa forma, lembre-se de adaptar o espaço para ele e oferecer brinquedos.

Por exemplo, ótimas opções são arranhadores verticais que possuam mais de um nível. Utilizar o espaço vertical da sua casa é perfeito para gatos, especialmente para os Angorás. Além disso, não esqueça de ter brinquedos como bolinhas, varinhas e outros próprios para felinos domésticos.

Telas e grades

Por fim, como vimos acima o gato Angorá se mostra como um exímio explorador. Por isso, é natural que ele tente explorar o espaço e a região. Contudo, é imprescindível que você impeça ele de sair de casa. Afinal, isso impõe diversos riscos, como de perda, brigas com outros animais, infecções por doenças e até mesmo de atropelamentos.

Portanto, invista em telas. Nos apartamentos elas já são indispensáveis para a segurança do pet, mas também são interessantes em casas. Lembre-se de verificar seu quintal, caso o gato tenha acesso a ele, para tomar providências que impeçam suas fugas.

Com esses cuidados, então, você garante a segurança, bem-estar e a longevidade do seu gato Angorá, com acesso dele a tudo o que ele necessita para ser feliz e saudável.

Gato de pelo curto inglês: tudo sobre essa raça

O gato de pelo curto inglês, também conhecido como British Shorthair, é uma raça de gatos com coloração de tons de cinza e marrom, veja aqui!

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

content

Cachorros do TikTok: conheça os cães mais famosos!

Os cachorros do tiktok fazem muito sucesso dentro e fora da plataforma, principalmente pelo seu carisma e personalidade. Veja mais aqui!

Continue lendo
content

O que vender para ganhar dinheiro rápido e fácil? 5 dicas!

O que vender para ganhar dinheiro rápido e fácil é uma pergunta de fácil resposta, pode ser alimentos, tortas, produtos digitais, make! Veja.

Continue lendo
content

Melhor remédio para verme no cachorro: qual melhor?

Saber o melhor remédio para verme no cachorro é uma dúvida comum entre os tutores e é importante para garantir a saúde do seu pet. Veja aqui!

Continue lendo

Cachorro

Doenças que os cachorros podem ter: veja 10 mais comuns

Conheça, hoje, quais são as doenças que cachorros podem ter. Com isso, saiba como cuidar seus pets, bem como garantir o bem-estar deles.

Descubra as doenças que cachorros podem ter

São várias as doenças que cachorros podem ter. Algumas são mais comuns e, outras, mais raras. Contudo, conhecê-las é uma forma de proteger o seu pet. Assim, veja hoje quais são.

Assim como os humanos, os cães também possuem algumas doenças que podem se apresentar com mais freqüência. Isso se deve às questões particulares condizentes ao organismo deles. Igualmente, à alimentação e aos hábitos diários.

Além disso, nem todos os cães são propensos às mesmas doenças. Afinal, isso depende de algumas particularidades. Igualmente, da raça. É de conhecimento geral que algumas raças são mais propensas, do que outras, ao desenvolvimento de algumas doenças.

Por isso, não deixe de conhecer hoje doenças que cachorros podem ter. Com isso, se prepare para reconhecer eventuais sinais e sintomas. Também, para cuidá-lo de forma a evitar algumas doenças comuns. Da mesma forma, para garantir seu bem-estar.

Nos itens abaixo você encontra informações completas sobre doenças que são comuns em cães. Portanto, confira-os já e os leve em consideração para ministrar os melhores cuidados com a vida e a saúde do seu companheiro!

Quais as principais doenças caninas e seus sintomas? Veja 10!

Agora, confira quais são as doenças que cachorros podem ter. Dessa forma, entenda quais são os riscos que o seu pet corre e como é possível protegê-lo.

Parvovirose

A Parvovirose é das mais comuns doenças em cães. Ela tem origem viral e é contagiosa, de modo que precisa de acompanhamento e cuidados. Seus sintomas incluem vômitos e diarreias. Além disso, pode levar à desidratação.

Ainda, o vírus que causa a parvovirose também pode atacar o coração, causando miocardite. E isso, então, pode levar o pet à morte. E como evitar essa doença? Para isso, basta cuidar para seguir corretamente a vacinação canina. Afinal, uma das primeiras vacinas dos cachorrinhos já os protege contra essa doença.

Doenças que os cachorros podem ter – Alergias alimentares

Ainda, as alergias caninas também estão entre as doenças que cachorros podem ter. Elas se manifestam quando o cão reage negativamente a algum ingrediente da ração ou alimento. A mesma coisa ocorre quando ele consome algo contraindicado para cães, no geral.

Nesse caso, é possível notar o aparecimento de vômito ou diarréia. Igualmente, emagrecimento contundente e desidratação. Caso você desconfie que o seu pet esteja com alergia, não deixe de levá-lo ao veterinário para exames.

Obesidade

Ainda, a obesidade também está dentre as doenças que os cachorros podem ter. Aliás, estudos indicam que, hoje, ao menos 30% dos cães domésticos sofre com obesidade. Ela, em si, não é o problema. Porém, seus resultados sim. 

Afinal, ela pode causar diabetes, artrite e doenças do coração. Para evitá-la é preciso promover a alimentação equilibrada para o cão. Igualmente, contar com o auxílio de um médico veterinário!

Otite

Otite é o nome que se dá à infecção de ouvido, que também é uma das doenças que cachorros podem ter. Existem inúmeras causas para o desenvolvimento dessa infecção. Por exemplo, pode ter origem por bactérias, vírus ou ácaros. 

Novamente o tratamento depende de visita ao veterinário. Contudo, geralmente ele é simples e não gera maiores problemas. Porém, lembre-se de sempre observar seu pet e na existência de vermelhidão ou secreção exagerada, leve-o a uma consulta.

Raiva canina

A raiva resulta da infecção canina por um vírus que é fatal. Ele apresenta sintomas pela alta salivação do cão. A prevenção dessa dentre as doenças que cachorros podem ter ocorre por meio de vacina específica.

Alergia alimentar em gatos

Você sabe identificar a alergia alimentar em gatos? Isso é muito importante para um tutor. Afinal, influencia na saúde do bichano. Confira dicas!

Cinomose Canina

Mais uma doença canina com origem por infecção viral, a Cinomose é altamente transmissível. Dentre os sintomas que apresenta estão febre, corrimento nasal, tosse, diarreia, paralisia, convulsões e vômitos. Aliás, ela pode até mesmo levar à morte do cão.

Novamente, é possível precaver seu pet contra essa doença por meio de vacinação. Assim, garanta que a carteirinha de vacinas dele está completa e em dia.

Doenças que os cachorros podem ter – Gripe canina

Assim como acontece com humanos, a gripe canina tem origem no vírus influenza. Dentre os sintomas que essas doenças que cachorros podem ter apresentam, estão as secreções respiratórias. 

Igualmente, espirros, febre e tremedeiras no corpo. Ainda, por tosse e corrimento nasal. Além disso, é importante ressaltar que os cães são capazes de infectar outros animais com o vírus. Por isso, tenha atenção para não desencadear uma epidemia animal.

Embora haja vacina contra a gripe canina, ela não é indicada para todas as raças. Portanto, consulte o veterinário. Da mesma maneira, garanta que o sue pet sempre está em ambiente limpo e que não está em contato com animais infectados.

Dirofilariose

Outra das doenças que os cachorros podem ter é a dirofilariose. Nesse caso, sua causa se relaciona à infecção por parasitas que, por sua vez, são transmitidos por mosquitos. Eles se alojam no coração canino, onde causam danos que podem ser até mesmo fatais.

A ação dessa infecção inclui danos aos vasos sanguíneos, ao sistema cardíaco e aos pulmões. Os sintomas incluem o aparecimento de tosse, e fraqueza. Ainda, resula na perda de peso do cão, bem como em problemas respiratórios e fraqueza.

A doença, embora grave, possui tratamento. Contudo, para isso é ideal que o diagnóstico ocorra logo. Isto é, que seja precoce. Assim, no aparecimento de qualquer sintoma no seu cão, não deixe de levá-lo até o veterinário para exames e consulta.

Doenças que os cachorros podem ter – Doença de Lyme

Por fim, a última das doenças que cachorros podem ter é a A doença de Lyme. Ela, que também leva o nome de “borreliose”, decorre de infecções do pet com a bactéria Borrelia burgdorferi. A transmissão, então, ocorre pela picada do carrapato. 

Dentre os sintomas que a doença causa estão febre, vômito e perda de apetite. Ainda, pode levar o cachorro a mancar ou ter dificuldade de locomoção, eis que ataca as articulações. Em casos mais graves, leva à morte. 

O tratamento é possível. Além disso, é possível prevenir a infecção pela doença por meio da aplicação de vacina específica. Com isso, é possível garantir a saúde do seu pet e que ele fique longe das doenças que os cachorros podem ter.

Doenças que atacam gatos: quais são?

Tutores de felinos devem ficar atentos às doenças que atacam gatos. Afinal, elas colocam em risco o bem-estar e a saúde dos pets. Veja mais sobre elas, abaixo.

Você também pode gostar

content

Cosméticos veganos e seus benefícios: veja tudo sobre!

Os cosméticos veganos oferecem inúmeros benefícios para a saúde, e várias marcas renomadas do mercado estão adotando tal formato! Veja.

Continue lendo
content

Cursos Livres Gratuitos à distância: saiba 5 opções incríveis!

Conheça opções de cursos gratuitos à distância e não perca a oportunidade de melhor seu currículo com plataformas, como SENAC e Unova!

Continue lendo