Gatos

Proteger o gato de fugir: 8 dicas práticas!

Proteger o gato de fugir é algo essencial para a segurança do pet. E, também, para sua tranqüilidade! Então, confira aqui algumas dicas práticas.

Anúncios

Descubra como proteger o gato de fugir para a rua

Proteger o gato de fugir
Proteger o gato de fugir

Seu gatinho é fujão? Apesar de isso ser natural, é preciso proteger o gato de fugir. Afinal, essas escapadelas podem ter graves consequências. Hoje, veja como evitá-las.

As fugas dos gatos são estimuladas por inúmeros fatores. Primeiramente, os gatos são naturalmente curiosos. Além disso, eles possuem instinto caçador e muita energia. Soma-se a isso o interesse que eles possuem em explorar ambientes e conquistar territórios.

Dessa forma, o gato tende a fugir. Também têm influência sobre isso feromônios. Porém, para além da natureza felina, também existem questões humanas que podem influenciar nisso. Por exemplo, a falta de conforto ou segurança. Ou de espaço adequado.

Por isso, é muito importante saber como proteger o gato de fugir. Em caso contrário o seu companheirinho poderá enfrentar grandes perigos. Eles se oferecem à integridade física e mesmo à vida do pet. 

Abaixo, então, confira dicas de como evitar que o seu gato fuja.

Dessa forma, mantenha-o em segurança e cuide do seu bichano como ele merece. Afinal, ser tutor de um pet, qualquer que seja ele, requer cuidados. E no caso dos gatos isso exige o controle de circulação.

Anúncios

Como evitar que o gato fuja?

Proteger o gato de fugir
Proteger o gato de fugir

Proteger o gato de fugir exige alguns cuidados em relação ao espaço e às medidas de segurança. Por exemplo, evitar a saída à rua requer que portas e janelas estejam sempre fechadas. Também, que o gato tenha à disposição o que ele precisa.

Em caso contrário, ele tende a procurar que não tem em casa na natureza. Além disso, mesmo que você aplique todo o carinho do mundo no dia a dia, existem cuidados cruciais. Sem eles seus demais esforços para o bem estar felino serão em vão.

5 dicas para criar um gato em apartamento

Dos muitos mitos que as pessoas falam sobre gatos, um dos que deixa a gente mais triste é sobre apartamentos. o que isso significa?

8 dicas para você proteger o gato de fugir e se machucar na rua

Proteger o gato de fugir
Proteger o gato de fugir

Separamos abaixo 08 dicas para que você possa evitar as fugas felinas. Assim, garanta que o seu gato esteja sempre na segurança do lar e que, ali, tenha à disposição tudo o que ele precisa. Portanto, continue lendo e confira tudo o que fazer para lidar com um gato fujão!

Anúncios

Castre seu gato

Em primeiro lugar, a castração é essencial para que o proteger gato de fugir. Em caso contrário, você nunca poderá barrar a natureza e os instintos dele. A castração inibe a produção de alguns hormônios.

Quando ela não ocorre, o cio de uma gatinha será fatal aos seus cuidados. Isto é, uma gata no cio tende a fugir. Além disso, tende a atrair os gatinhos machos da região. Quando a castração ocorre, contudo, esse problema acaba.

Ainda, existem inúmeros motivos para se investir na castração. Ela evita que os gatos desenvolvam doenças como câncer de útero e próstata. Igualmente, torna os pets mais sociáveis e menos agressivos.

Mantenha telas nas janelas

Nossa segunda dica é manter telas nas janelas. Isso é imprescindível quando estamos falando de apartamento. Afinal, aqui você está lidando com a precaução à fuga. Ao mesmo tempo, com elementos de prevenção aos acidentes.

Ainda, em casas as telas também são importantes. Você pode usá-las no portão, nas janelas ou em outros locais de saída. Com isso, evita que o gato (capaz de passar em locais minúsculos) fuja. Portanto, não deixe de investir em um bom sistema de telagem.

Não o acostume com pequenas escapadelas

Outro ponto muito importante para proteger gato de fugir de casa é não acostumá-lo a escapar. Muitas pessoas deixam, em alguns momentos, seus gatos passearem livremente. Contudo, isso oferece inúmeros perigos a ele.

Não é porque o evento é raro que a sua segurança aumenta. Portanto, nada de fazer relações para ele entre a porta de saída, o ambiente externo e diversão.

Uma boa solução, aqui, pode ser acostumar o seu gato, desde pequeno, a passear com guia. Embora seja mais raro vermos gatos passeando com os tutores, eles também são capazes de desfilar por aí.

Para isso, lembre-se de sempre deixá-lo na guia, preso a você. Ainda, comece aos poucos. Primeiro vá até o jardim de casa ou próximo. Depois, comece com pequenas distâncias como uma quadra ou até menos. Aos poucos ele se acostuma e relaciona às saídas como um momento com você.

Tenha um gatil para proteger o gato de fugir

Uma opção para quem mora em casa e tem terreno à disposição é montar um gatil. Nesse caso, ele é feito com telas que dão espaço de movimentação ao felino sem que isso apresente risco de fuga.

Enriqueça o ambiente

Para proteger o gato de fugir é essencial que você enriqueça o ambiente. Isso se relaciona à disposição de objetos que realmente divirtam os felinos. Que chamem a atenção deles e, com isso, evitem a monotonia.

Dentre os instrumentos disponíveis para gatificar sua casa estão os arranhadores, nichos de parede, redes e escadas de gato. Também, pequenos brinquedos, como bolinhas ou ratinhos de pelúcia. Tudo isso ajuda seu gato a “caçar” em ambiente controlado.

Mantenha as caixas de areia limpas

Lembre-se de que se o gato não se sentir confortável em casa, ele procurará outros lugares. Nesse sentido, a caixa de areia também deve ser considerada. Os felinos são extremamente limpos e exigentes em relação a isso.

Portanto, é crucial ter ao menos 01 caixa de areia por gato. Se possível, mantenha uma extra. Especialmente se você fica longos períodos fora de casa, sem tempo para limpar a caixa ao longo do dia.

Entretenha seu gato

Ainda, entretenha o seu gatinho. Isso exige de você tempo para brincar com ele e lhe dar a atenção que merece. Gatos são cheios de energia e precisam gastá-la. Além disso, eles também amam passar um bom momento com o seu humano.

Cuidado com portas para proteger o gato de fugir

Por fim, é essencial que a sua casa siga uma política cuidadosa em relação às portas. Gatos são muito rápidos e espertos. Igualmente, extremamente curiosos. Então, certifique-se de que todos tomam cuidados ao abrir portas, sair e no tempo que demoram para fechá-las.

Da mesma forma, que sempre observem se algum gato não deu uma escapadela. Por fim, tente chamar a atenção do gato para outro local que não as portas.

Cuidados ao castrar o gato

A castração é muito importante para felinos. Igualmente, os cuidados ao castrar gato são indispensáveis. Conheça quais são e garanta a saúde do seu pet!

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

content

Plano de saúde Dog Life: conheça e saiba quanto custa!

Confira o plano de saúde Dog Life e veja todos os benefícios que ele oferece para o seu pet, como consultas em domicílio, exames e vacinas!

Continue lendo
content

Dicas para correr com cachorros: veja 5 as principais aqui!

São várias as dicas para correr com cachorros, por isso reunimos as melhores para que você se exercite com seu melhor amigo.

Continue lendo

Gatos

Como saber a idade de um gato? Veja 5 dicas aqui!

Você tem noção de como saber a idade de um gato? Pois saiba que existem diversas maneiras de descobrir. Confira aqui as principais formas!

Descubra como saber a idade de um gato 

Saber a idade de um gato é possível com algumas análises. Afinal, seus dentes, olhos, pelos e comportamento dão indícios sobre sua faixa etária. Aprenda, hoje, como descobrir!

Os gatos são animais que se desenvolvem rapidamente. Considere que a gestação das gatas dura apenas 02 meses. Com isso, rapidamente os felinos se multiplicam por aí. Não à toa, aliás, estão entre os animais domésticos que mais se encontram em situação de rua.

Mas não é apenas a gestação que é rápida. O gato em poucas semanas é capaz de começar a se virar sozinho. Além disso, a companhia materna já não é mais necessária mesmo antes de ele completar 03 meses.

Tudo isso, então, pode dificultar a descoberta da idade de um felino. Como saber se ele ainda é um filhote ou um adulto? Pois não se preocupe. Para isso existem diversos métodos de saber a idade do gato.

É possível saber a idade de um gato pelo tamanho?

Em geral isso é um pouco mais complicado. Em geral, isso é possível quando se está com o gato ainda filhote. Isso, pois, eles costumam estabilizar o tamanho entre os 08 meses de vida e 01 ano. Por isso, é possível observar quando ele para de crescer.

Por outro lado, descobrir a idade de um gato já adulto somente pelo tamanho é mais difícil. Dessa forma, essa é uma forma de identificação etária que se volta aos gatos filhotes ou em desenvolvimento.

Porém, existem diversas outras dicas que podem ajudar você a descobrir a idade do gato. Aliás, mesmo que ele for adulto. E você as confere nos itens abaixo, em detalhes. Não deixe de continuar sua leitura para ver tudo sobre a identificação da idade do gato!

Dentes dos gatos: como cuidar da melhor maneira?

Os dentes dos gatos merecem alguns cuidados. Afinal, eles influenciam na saúde do pet e também podem dizer muito sobre eles. Veja o que e como fazer!

5 dicas práticas para saber a idade do seu gato

Confira 05 formas especiais de conhecer mais sobre a idade do seu bichano. Dessa maneira você pode dar o melhor tratamento possível para ele. E, isso, de forma adequada à idade do gato!

Pela dentição

A dentição é um dos principais sinais etários dos gatos. Afinal, ela dá sinais na infância, vida adulta e velhice. Por isso, é ótimo para analisar os felinos, quaisquer sejam as idades deles! Veja, então, sinais típicos da dentição de gatos filhotes, adultos e idosos:

  • Filhotes: dentes permanentes e brancos indicam que o gatinho tem ao menos 04 meses de idade, quando os dentes de leite já não existem;
  • Adultos: reconhecer a idade do gato adulto por meio dos dentes ocorre pela presença de tártaro. Assim, os dentes começam a ficar levemente amarelos, embora ainda não estejam tomados por marcas;
  • Idosos: nessa idade os dentes já apresentam bastante tártaro. Embora a escovação dos dentes felinos seja algo essencial para a saúde deles, poucas pessoas o fazem. Por isso, olhe desde logo os dentes, independentemente do local de resgate do bichano. Da mesma forma, a falta de dentinhos também indica que a idade do gato é avançada.

Saiba a idade do gato analisando os pelos

Os pelos de filhotes são mais ralos e apresentam claro desenvolvimento das camadas. Por outro lado, os adultos costumam ter camadas de pelos bem definidas. Por fim, os gatos idosos apresentam pelos mais fracos e, também, com menos brilho.

Comportamento felino

O comportamento felino também diz muito sobre a idade do gato. Em primeiro lugar, o gato é totalmente dependente da mãe no primeiro mês de vida. Aliás, nas duas primeiras semanas ele sequer tem todos os sentidos.

Ao completar cerca de 02 meses o gato começa a sua interação com outros animais. Começa a demonstrar instintos de caça e de brincadeiras. Ainda, é nessa fase que ele aprende a usar a caixa de areia, imitando o comportamento dos outros felinos.

Da mesma forma, é nessa fase que eles começam a demonstrar noções de higiene. Por isso, essa primeira fase dá muitos indícios sobre a faixa etária felina.

Mas não é apenas na idade tenra que o comportamento sinaliza a idade do gato. Em verdade isso acontece durante toda a vida do felino. Por exemplo, os idosos tendem a ser mais quietos e carentes. Por isso, gostam de lugares quentes, colo e muita atenção.

Olhos também dão indícios da idade do gato

Observar os olhos é uma ótima maneira de saber a idade do gato. E isso em diversas fases da vida deles. Em primeiro lugar, os gatinhos filhotes não abrem os olhos até completarem cerca de 14 dias. Por isso, caso ele estejam com os olhinhos fechados, saiba que se trata de um recém-nascido.

Além disso, todos os gatos nascem com olhos azuis bem claros. Essa cor permanece até que eles completem seis a oito semanas de vida. Portanto, os olhos bem clarinhos e azuis são um sinal de que o felino tem menos de 02 meses de vida. Já a mudança indica que ele está alcançando essa idade.

Outra questão interessante para saber a idade do gato, que envolve olhos, é na velhice. Os gatos idosos tendem a ficar com a íris mais fina. Por isso, surgem manchinhas escuras. Igualmente, é possível que se forma uma névoa nos olhos.

Apetite

Por fim, o apetite felino é outro fator que ajuda na descoberta da idade do gato. Quando eles são filhotes, comem menores porções que vão crescendo junto com ele. Já na idade adulta, costumam ter refeições notáveis. Isso é necessário para a energia para brincadeiras e caças.

Contudo, o gato idoso apresenta menor apetite, geralmente. Isso acontece porque o gatinho passa a desenvolver dificuldade em sentir cheiros e gostos. Ou seja, com o paladar e olfato afetados, a comida se torna menos atrativa.

Com isso, é possível que o felino que diminui suas porções de alimentação esteja em uma idade de gato já considerada idosa. Nesse caso, ele teria 07 anos ou mais.

Sinais de gato envelhecendo

Você reconhece os sinais de gato envelhecendo? Pois saiba que isso é necessário para adaptar a vida do seu pet. Veja como perceber e o que fazer.

Você também pode gostar

content

Vale a pena ser revendedora? Saiba tudo aqui!

Você acredita que vale a pena ser revendedora? Nós sim! Clique aqui e tire todas as dúvidas sobre isso e entenda se vale a pena para você.

Continue lendo
content

Como fazer o Curso de maquiagem Escola Madre?

Se você quer fazer o curso de maquiagem Escola Madre, então, confira aqui o passo a passo e aproveite todo o conteúdo desse curso incrível!

Continue lendo