Animais

Alimentos tóxicos para gatos e cachorros: conheça 10!

Existem alguns alimentos tóxicos para gatos e cachorros que merecem a atenção de todos os tutores de pets. Conheça quais são e previna acidentes!

Anúncios

Descubra quais alimentos são tóxicos para gatos e cachorros

Alimentos tóxicos para gatos e cachorros
Alimentos tóxicos para gatos e cachorros

Conhecer os alimentos tóxicos para gatos e cachorros é importante para saber até onde o petisco diferente pode ir. Também, para evitar acidentes e verdadeiros desastres.

Mesmo quem se atém à ração para alimentar pets sabe que nem sempre eles comem apenas o que oferecemos. Afinal, um mínimo descuido e pronto. Seu gato ou cão pode ter abocanhado um alimento que estava sobre a mesa. Ou, então, encontrar restos nos lixos.

Infelizmente, por mais comportado que um animal seja, ele tem instintos. E, por isso, atrai-se por cheiros. Ainda, a curiosidade faz com que ele queira experimentar outras coisas, seja um pet guloso ou não.

Quem nunca encontrou seu pet comendo um algo de forma escondida ou sorrateira que atire a primeira pedra! Por isso, independentemente do quão comportado seja o seu companheiro, é preciso saber o que é bom ou não para ele.

Anúncios

Saiba mais sobre alimentos tóxicos para gatos e cachorros aqui

Conhecer mais sobre alimentos tóxicos para pets é uma forma de cuidado. Assim, você reconhece situações de risco e toma as precauções necessárias. Ainda, não cai no erro de oferecer ao seu pet algo indevido.

Portanto, não importa se você complementa a alimentação do pet com alimentos naturais ou não. Ou se ele ganha petiscos de forma escondida. Ter um cão ou gato, por si só, pede que você se prepare para cuidar dele.

E isso envolve reconhecer alimentos tóxicos para seus organismos. Afinal, alguns deles até mesmo podem levar à morte. Outros deixam seqüelas irreversíveis e podem minar o bem-estar do pet. Diante disso, prevenir é cuidar. 

Para conhecer quais são os alimentos que oferecem risco aos cães e gatos, continue lendo. Abaixo você encontra uma lista completa do que está proibido para a dieta deles. E, com isso, garante a segurança e bem-estar dos seus companheiros de 04 patas!

Quais alimentos são tóxicos para gatos e cachorros? Veja 10!

Veja os alimentos tóxicos para gatos e cachorros
Veja os alimentos tóxicos para gatos e cachorros

São vários os alimentos que são comuns para nós e que não são adequados para pets. Alguns são tóxicos apenas aos cães. Outros, somente aos gatos. Ainda, há os que atingem ambos os grupos de pets. Confira, abaixo, os principais deles.

Anúncios

Leite

Primeiramente, o leite é um dos alimentos tóxicos para gatos e cachorros. Aos cães ele afeta em razão do açúcar natural contido no líquido. O consumo dele pode levar ao desenvolvimento de doenças como diabetes e obesidade.

Por outro lado, você provavelmente já se deparou com uma imagem fofa de um gato bebendo leite em uma tigela. Apesar de encantador, isso é, em verdade, um perigo. Os felinos, após desmamarem, desenvolvem intolerância à lactose.

Assim, o consumo de leite é nocivo para eles, que não são capazes de digerir a proteína lactose. Com isso, podem sofrer com diarréia e vômitos.

Chocolate

Continuando a nossa lista de alimentos tóxicos para gatos e cachorros temos o chocolate. Ele possui uma substância que se chama teobromina, que é a verdadeira vilã aqui. Ela é venenosa para caninos e felinos. Por isso, nem um pedacinho!

Qualquer ingestão de chocolate, independentemente da quantidade, pode causar efeitos colaterais. Dentre eles estão colapsos no coração, nos rins e no sistema nervoso.

Abacate

O abacate é uma fruta que pode ser muito interessante à saúde humana. Contudo, ela é um alimento tóxico para cães e gatos. Assim, ela deve se ater ao nosso prato e não à tigela do pet.  Isso se deve à gordura vegetal presente na fruta.

Alimentos proibidos para gatos

Existem alimentos proibidos para gatos que devem ter atenção dos tutores. Afinal, eles colocam em risco a vida do bichano. Conheça, abaixo, quais são.

Cebola e alho são alimentos tóxicos para gatos e cachorros

Ainda, cebola e alho são alimentos tóxicos pra gatos e cachorros. Esses importantes temperos na nossa culinária são nocivos aos pets. Isso, pois, são capazes de causar anemia a eles, que é o baixo teor de ferro no sangue.

Por isso, podem deixá-los fracos, além de afetar a distribuição de nutrientes pelo corpo. Por isso, deixe esses temperos longe dos bichanos e cães!

Espinha de peixe

Alimentos tóxicos para gatos e cachorros
Alimentos tóxicos para gatos e cachorros

Tanto cachorros quanto gatos podem ingerir carne de peixes. Para isso, elas devem ser magras, estar cozidas e limpas. Isto é, é preciso descartar as espinhas. A presença delas é perigosa principalmente por engasgamentos ou machucar a garganta do animal.

Mas não só isso, pois a ingestão das espinhas, e também de ossos, aumenta a concentração de cálcio no sangue. Em altas quantidades isso sobrecarrega os rins e, portanto, pode causar doenças renais.

Carne crua

Ainda, animais também podem comer carnes, como as de frango e bovinas. Contudo, elas sempre devem ser cozidas anteriormente. Em caso contrário podem se tornar alimentos tóxicos para gatos e cachorros pela eventual presença de parasitas.

Com isso, é importante sempre ter cuidado ao inovar na refeição do seu pet!

Alimentos gordurosos

Ainda, é importante ressaltar que a presença de gordura em excesso também é nociva aos cães e aos gatos. Com isso, jamais ofereça frituras ou comidas como fast food, pizzas e queijos. Aliás, estes últimos contêm leite, mais um motivo para deixar longe do seu pet.

Tomate e batata

O tomate e a batata também são alimentos tóxicos pare gatos e cachorros. Enquanto a batata possui solanina, que afeta o sistema nervoso, o tomate contém glicoalcóides. Assim, são nocivos e, inclusive, afetam o bem-estar do pet ao ponto que causarem depressão!

Uvas e passas

As uvas, em versão in natura ou em passas, também são alimentos tóxicos para gatos e cachorros. Em ambos os casos os especialistas ainda não conseguiram identificar, exatamente, qual substância que afeta aos pets.

Contudo, tanto cães quanto gatos apresentam sintomas graves depois da ingestão delas. Eles geralmente envolvem diarréia, dor, fraqueza, vômito, letargia e desnutrição. Por isso, certifique-se de deixá-las longe deles.

Cafés, chás e outros produtos com cafeína

Por fim, os cães e gatos também sofrem com a cafeína. Por isso, sempre que ela estive presente se estará diante de alimentos tóxicos para cães e gatos. Os sintomas são bastantes semelhantes ao da ingestão do chocolate. Dessa forma, pode causar um verdadeiro estrago!

Alimentos tóxicos para gatos

Você sabe quais são os alimentos tóxicos para gatos? Pois confira aqui quais são os principais ingredientes que colocam a saúde do felino em risco!

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

content

Cursos gratuitos de maquiagem, manicure e sobrancelha

Os cursos gratuitos são excelentes oportunidades para ingressar na área de beleza e estética de maneira profissional. Saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Alimento na dieta felina: qual a importância de cada?

Cada alimento na dieta felina tem sua importância e seu valor para manter o gato saudável! Por isso, veja aqui as recomendações.

Continue lendo
content

Tendências do mercado de cosméticos 2021: veja aqui!

Existem várias tendências do mercado de cosméticos 2021, visto que as pessoas estão mais vaidosas! O setor teve uma mudança na pandemia. Veja!

Continue lendo

Gatos

Cuidados com gatos filhotes: O que você deve saber

Acabou de adicionar um gatinho filhote em sua família? Descubra tudo que você deve saber sobre veterinário, alimentação e muito mais!

Assistir seu gatinho crescer será uma das coisas mais divertidas que você já fez! Poucas coisas são tão fofas quanto gatos filhotes, mas toda essa fofura também traz muita responsabilidade. Em geral, as primeiras doze semanas são as mais importantes. Essa é a hora que você cria bases sólidas para a saúde e comportamento do seu felino.

Se você é a sortuda nova mãe ou pai de um gatinho filhote, continue lendo para saber o que você deve esperar das primeiras semanas.

O que esperar da primeira visita ao veterinário

Levar seu gato filhote ao veterinário é uma das primeiras coisas que você deve fazer. Essa visita é importante porque descarta quaisquer problemas de saúde, e te permite fazer perguntas importantes. Seu veterinário fará um check-up completo que inclui:

  1. Uma revisão do histórico de seu gato filhote. Seu veterinário provavelmente vai querer saber onde você o encontrou (se foi, por exemplo, comprado ou adotado), e qualquer outro atendimento médico que seu gato possa ter recebido até então.
  2. Um exame minucioso da boca, orelhas e olhos do gatinho, seguido por um exame do corpo, sentindo delicadamente o abdome, os gânglios linfáticos, as articulações e a pele. Além disso, ele fará observações dos movimentos do gatinho.
  3. Recomendação para cirurgia de castração se o gatinho já não tiver sido castrado. Esses procedimentos ajudam a evitar comportamentos futuros e problemas médicos.

Seu veterinário pode recomendar que seu pequeno felino receba várias vacinas. As vacinas tipicamente administradas nessa idade incluem a antirrábica e a tríplice (V3), que é para um trio de doenças do trato respiratório superior: rinotraqueíte felina, calicivírus felino e panleucopenia felina. Seu veterinário também pode sugerir vacinas adicionais, dependendo do histórico de seu filhote e do número de animais de estimação em sua casa.

Por último, faça quantas perguntas forem necessárias! Saber quais comportamentos são normais para um gato dessa idade vai te ajudar a identificar comportamentos anormais caso eles ocorram. Portanto, não hesite em tirar suas dúvidas.

Como brincar com um gato filhote

Cada gatinho tem sua própria personalidade, mas a maioria dos gatos filhotes tem muitos traços comportamentais em comum. Em primeiro lugar, eles gostam de brincar! Brincar os ajuda a aprender sobre o mundo à sua volta e a socializar-se com pessoas e outros animais de estimação. Seu gatinho vai começar a exibir comportamentos instintivos naturais ao brincar, como perseguir e atacar brinquedos (ou outros gatos!).

Quando seu felino estiver brincando, nutra bons comportamentos que vão se estender até sua vida adulta. Nunca incentive seu gatinho a brigar com sua mão ou outras partes do corpo. Isso vai ajudá-lo a entender que morder e arranhar não é um comportamento aceitável. Você pode ajudá-lo a satisfazer esses instintos introduzindo brinquedos seguros, sem partes soltas que ele possa mastigar, ingerir ou engasgar.

Brinque com o seu gatinho pelo menos uma vez por dia. Isso irá ajudá-lo a formar uma forte ligação emocional com você. Se você tem filhos, monitore essa interação para ter certeza de que é uma experiência positiva tanto para o gatinho quanto para a criança.

Como estabelecer padrões de sono

Depois de brincar, seu gatinho provavelmente participará de mais um de seus passatempos favoritos: dormir! Para ajudar seu gatinho a estabelecer hábitos de sono, brinque com ele uma hora antes de dormir à noite. Isso ajuda a gastar sua energia para seu felino dormir a noite toda e recarregar suas baterias depois de tantas brincadeiras.

Observe mudanças de comportamento

Gatos filhotes são naturalmente ativos e brincalhões – se o seu gatinho está exibindo comportamentos letárgicos e não demonstra interesse em comida, procure um veterinário imediatamente.

Alimentação: como e o que seu felino deve comer

Você provavelmente vai receber recomendações de seu veterinário para uma alimentação completa e equilibrada. Há muitos alimentos secos e enlatados feitos especificamente para as necessidades nutricionais de gatos filhotes.

Como seu gatinho está crescendo rapidamente mas ainda tem um estômago pequeno, ele vai precisar fazer refeições pequenas e frequentes. Crie uma rotina de refeições que lhe permita comer freqüentemente ao longo do dia. Ao oferecer alimentos enlatados, descarte as sobras que ficarem no prato por mais de 20 minutos. Sempre deixe água limpa e fresca à sua disposição. Por fim, não ofereça leite. Ao contrário da crença popular, o leite de vaca não é nutritivo o suficiente para gatos filhotes, e pode fazer com que tenham diarréia.

Cuidados regulares com seu gato filhote

Embora os gatinhos comecem a se lamber (sua própria versão de banho) em torno de 3 a 4 semanas de idade, pode ser que eles ainda não tenham formado esse hábito. Apresente cuidados regulares para acostumar seu gatinho a ser escovado, penteado, e ter suas unhas aparadas.

Torne este processo mais fácil e divertido introduzindo as ferramentas de cuidados gradualmente, e permitindo que seu felino as explore antes de usá-las. Deixe-o cheirar e brincar com o pente, e elogie quando ele te permitir escovar seu pêlo ou aparar suas unhas.

Torne esses momentos tão relaxados e divertidos quanto possível, para que seu gatinho faça associações positivas. Você pode até mesmo oferecer um petisco quando ele te deixar cortar suas unhas. Desse modo, seu gatinho vai ficar animado toda vez que te ver com o cortador de unha. A ideia é fazer com que esses cuidados virem rotina para seu gatinho quando ele ainda é jovem, para que essa rotina seja normal e fácil em sua vida adulta.

Como ensinar seu gatinho a usar a caixa de areia

Uma das principais preocupações de novos pais de gatos envolve a caixa de areia. Embora esse comportamento seja instintivo e a maioria dos gatos o adquira por conta própria, alguns felinos precisam de uma pequena ajuda.

Coloque-os gentilmente em uma caixa de areia depois de comer, e sempre elogie quando tiverem sucesso.

Garanta um comportamento bem-sucedido:

  1. Forneça várias caixas em áreas que o gatinho possa encontrá-las facilmente.
  2. Mantenha as caixas limpas.
  3. Impeça que outros animais perturbem seu gatinho quando ele estiver usando a caixa de areia.

Você também pode gostar

content

Cachorros do TikTok: conheça os cães mais famosos!

Os cachorros do tiktok fazem muito sucesso dentro e fora da plataforma, principalmente pelo seu carisma e personalidade. Veja mais aqui!

Continue lendo
content

Curso de Maquiagem Profissional online e gratuito

Um curso de maquiagem profissional online e gratuito é ótimo para aprender e se tornar uma profissional competente e destacada. Saiba mais!

Continue lendo