Animais

É possível criar gatos e aves na mesma casa? Veja aqui!

Veja aqui se é possível e como fazer para criar gatos e aves na mesma casa!

Anúncios

por Lucas Silva

09/12/2020 | Atualizado em 09/02/2022

Gatos e aves na mesma casa: é possível?

Veja agora se é possível criar gatos e aves juntos. Fonte: Unsplash.
Veja agora se é possível criar gatos e aves juntos. Fonte: Unsplash.

Gatos são predadores naturais de aves. Ou seja, na natureza, gatos selvagens, como jaguatiricas, linces, ou o gato-do-deserto, caçam aves. Então, caçar um passarinho está no sangue do seu bichano. Mas, mesmo sendo difícil, ainda assim é possível criar gatos e aves juntos.

Para tanto, basta você seguir algumas dicas importantes. Confira abaixo.

10 comidas proibidas para gatos

Clique e descubra 10 tipos de comidas que você não deve oferecer ao seu gatinho.

Anúncios

1. Quase dois irmãos: prefira filhotes

Se você quiser criar gatos e aves juntos, prefira filhotes. Principalmente, no caso do gato. Gatos são mais inteligentes do que pássaros, logo, será mais fácil ensinar o felino, do que a ave.

Por sua vez, mais fácil do que ensinar a um gato, é ensinar a um filhote. Um filhote está aprendendo sobre o mundo, tanto sobre fazer as necessidades, quanto sobre comer. Assim, se você adestrar seu filhote a entender os passarinhos como “iguais” (guardadas às devidas proporções), a chance de sucesso é maior.

A mesma coisa vale para outras espécies, como hamsters, ratos, chinchilas, tartarugas…

Para tanto, brinque com o filhote de gato no mesmo espaço que o passarinho. Deixe o filhote tocar na ave, sentir seu cheiro, dividir a cama. Crie laços entre eles na infância, para eles serem mais fortes na maturidade.

2. Castre seu gato

Além de prevenir doenças, a castração previne comportamentos de estímulo hormonal, como a territorialidade e a agressividade, e ajuda a inibir comportamentos instintivos – como o comportamento de caçar, mesmo que haja uma boa oferta de alimentos.

Em outras palavras, para criar gatos e aves juntos, castrar o gato é quase obrigação.

O gato castrado não vai sentir aquele impulso de ataque que outros gatos têm. Esse impulso é o instinto falando. É como se no cérebro do gato existisse um gene que servisse para preparar o filhote pra maturidade.

O filhote vai caçar porque ele precisa aprender a fazer isso na maturidade.

Em gatos selvagens, isso é perfeitamente natural. Eles não têm um tutor que vai dar ração, amor e carinho.

No caso de um gato doméstico, é um comportamento sem necessidade. Salvo se você quiser que seu amigo peludo ataque os bichinhos de pelúcia. Ou, no caso que estamos falando aqui, seu canarinho.

Anúncios

3. Não abra mão das gaiolas

Gaiolas de metal são mais seguras e fortes para proteger os pássaros. Fonte: Unsplash.
Gaiolas de metal são mais seguras e fortes para proteger os pássaros. Fonte: Unsplash.

Um poema do grande escritor Robert Frost fala: “Bons muros fazem bons vizinhos”. Essa máxima serve para gatos e pássaros na mesma casa. Ter uma gaiola para o passarinho é vital.

Lembra quando o Frajola tenta abrir a gaiola do Piu-Piu no desenho dos Looney Tunes? A má notícia é que isso acontece na vida real. Então, você precisa de uma gaiola que tenha uma tranca difícil, de preferência, com cadeado, e frestas estreitas.

Gaiolas com pernas (ou seja, que não ficam penduradas, ou sobre móveis), dão uma seguranças maior, no caso de seu gato pular contra ela.

E não duvide da força do seu gato. Prefira gaiolas de metal, porque o plástico e a madeira quebram com muito mais facilidade.

Outro ponto importante é dificultar o acesso do gato à gaiola. Quando você estiver perto, tudo bem. Quando você não for estar, tente deixar a gaiola em um quarto ou área da casa onde o gato não tenha acesso. Ou em uma altura que o bichano não alcance.

Não duvide dos instintos, mesmo se o gato for castrado.

4. Garanta que todos estejam tranquilos

Seu gato não pode se sentir intimidado ou inseguro quando estiver perto do passarinho. E o passarinho também não. E você também não.

Se uma das três partes estiver amedrontada, acidentes podem acontecer. Isso porque a parte que estiver assustada poderá atacar para se defender – ou para defender a outra, caso o assustado seja você.

Sabia, por exemplo, que papagaios, tucanos e cacatuas podem atacar, para se defender?

Vamos imaginar a cena: vocês três estão brincando e o gato faz um movimento suspeito; você se assusta e dá uma tapinha nele. Pronto: agora seu gato vai associar a ave à agressão.

Ou então, vocês três estão tranquilos, quando o papagaio abre as asas e solta um berro. O gato toma um susto e dá uma patada na cabeça da ave.

Então, quando vocês três estiverem convivendo, garanta que o pássaro e a ave estejam relaxados, tire o foco dos animais um do outro.

5. O que os olhos não veem… Costuma dar errado!

Seu gato não é um animal ético e moral, pelo menos não em relação aos pássaros. Você pode fazer tudo (castração, convivência, muitos brinquedos) e mesmo assim, acontecer um acidente – justamente quando a ave e o bichano estiverem juntos.

Porque no fundo, seu gato ainda é um gato. Isso é, desde que ele nasceu, no cérebro dele, existe essa informação genética (caçar aves, roedores etc.).

Logo, não confie no seu gato, como se ele entendesse que não deve atacar o pássaro. Mesmo porque, para ele não é errado: ele vai caçar e, provavelmente, ofertar o cadáver para você, porque isso é um sinal de afeto em alguma medida (ele está “ajudando” você na obtenção de comida).

Outras razões para um acidente podem incluir: o pássaro bicar alguma parte do gato por engano; o pássaro mexer em alguma coisa do gato, que ele não deveria; um afeto mais “intenso” por parte do gato…

Dessa maneira, o melhor que você pode fazer é sempre estar perto, quando o pássaro estiver fora da gaiola.

6. Entretenha o seu gato

Brinquedos ajudam o gato a não se entediar e, assim, a não atacar a ave. Fonte: Unsplash.
Brinquedos ajudam o gato a não se entediar e, assim, a não atacar a ave. Fonte: Unsplash.

Se você, o pássaro e o gato estiverem juntos e, mesmo assim, o gato atacar, talvez o felino estivesse só entendiado.

Opte por brinquedos sonoros, com guizos, com compartimentos que escondem comida. Outra opção são os arranhadores com mola. Brinquedos que façam seu gato ficar exausto, porque se ele não gastar bastante energia, vai se entediar. E aí, talvez arranhe o passarinho, só para se distrair um pouco.

Da mesma forma que ele empurra um caixote da mesa, ele pode dar uma patada na sua ave. Então, não dê margem para o tédio. Estimule-o a se mover, espalhe petiscos, esconda brinquedos, faça carinhos na nuca. Mas não deixe o gato parado.

Para saber mais sobre aves e calopsitas, confira o conteúdo abaixo:

10 coisas para saber antes de adotar calopsitas

Veja quais são os cuidados necessários para manter a ave saudável, como alimentação, tamanho da gaiola e muito mais!

Sobre o autor

Lucas Silva

Escritor e professor. Escreve sobre literatura, poesia, animais, filmes, séries e demais coisas de cultura. Já publicou dois livros de poesia e logo publica mais um.

Revisado por

Luiza Lamas

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Doenças que atacam gatos: quais são? Veja 5 delas!

Existem várias doenças que atacam os gatos ao longo das suas 7 vidas, como obesidade e leucemia. Confira nosso artigo e entenda mais sobre!

Continue lendo
content

Curso Design de Sobrancelhas Raquel Barros: conheça o curso e se surpreenda!

Se você está procurando um curso completo e de qualidade no mercado da beleza, conheça o Curso Design de Sobrancelhas Raquel Barros!

Continue lendo
content

Como fazer o curso Assistência na Atenção Integral do Usuário com Diabetes Mellitus do SENAC?

Confira como fazer o curso online de Assistência na Atenção Integral ao Usuário com Diabetes Mellitus do SENAC e se destacar na profissão!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como comprar passagem na Max Milhas?

A Max Milhas é uma plataforma que oferece passagens com descontos imperdíveis. Além disso, você também pode vender seus pontos e milhas aéreas. Confira o passo a passo de como comprar no site!

Continue lendo
content

Via BR Turismo é confiável? Veja como funciona antes de comprar

A agência Via BR Turismo oferece atendimento diferenciado para você conseguir uma viagem maravilhosa! Ela te ajuda a montar roteiros de lua de mel, viagens de cruzeiro e mais, tanto em rotas nacionais ou internacionais!

Continue lendo
content

Como viajar para Orlando com milhas? Quantas é preciso ter?

Viajar sem pagar nada pelo voo pode ser uma realidade. Assim, existem estratégias para acumular o máximo de milhas para emitir passagens sem gastar nada! Então, se você quer conhecer Orlando, veja nossas dicas para acumular milhas e comprar suas passagens.

Continue lendo