Gatos

Veja 10 comportamentos que os gatos detestam!

Quer adotar um gato e está procurando informações sobre eles? Veja aqui alguns comportamentos que os gatos detestam, como olhares diretos, barulhos e broncas, e não os reproduza!

Anúncios

Conheça alguns comportamentos que os gatos detestam

Ambientes fechados, barulho e sujeira são algumas situações que os gatos detestam. Fonte: Unsplash.
Ambientes fechados, barulho e sujeira são algumas situações que os gatos detestam. Fonte: Unsplash.

Tutorar um gato, dar amor, carinho e cuidados é tão importante para o humor do animal quanto para a saúde dele. Entretanto, nem tudo que fazemos é entendido como uma forma de amor e cuidado. Às vezes o gato também fica estressado ou bravo e, por isso, pode te arranhar. Mas o que funciona para um gato? Confira abaixo 10 comportamentos que os gatos detestam e não seja mais arranhado (ou não com tanta frequência)!

Como lidar com um gato ansioso?

Saiba o que fazer se seu gato demostrar sinais de ansiedade, como mostrar os dentes, eriçar os pelos ou não dormir direito.

10. Ambientes fechados

Gatos têm um forte instinto de caça solitária – vinda de seus parentes leopardos e tigres. Mas não só, também pela forma como eles historicamente foram inseridos na sociedade. Imagine a situação: o gato era deixado em um grande celeiro, para caçar os ratos e outras pragas.

Assim, seu gato precisa ter espaço para circular na sua casa. Mesmo se você morar numa kitnet, seu gato precisa ter acesso a todos os ambientes que você circula, sob o risco de ficar estressado e irritado, caso não seja possível.

Ele vai se sentir pertencente aquele lugar, e então, mais confiante no tutor.

09. Muito barulho

A questão do baralho já é algo complicado para pessoas. Mas, para um gato, um animal que tem instintos apurados e uma audição capaz de ouvir frequências muito maiores que as nossas, ela é primordial.

Com uma audição tão poderosa, não é de se espantar que gatos fiquem muito mais estressados em ambientes ruidosos. Imagine qualquer som de carro quase igual ao de um avião e você vai entender o que estamos dizendo.

Por isso, é essencial que seu bichano tenha uma casa silenciosa, ou pelo menos algum lugar para ele se refugiar, quando acontecerem situações muito barulhentas. Isso fará com que seu bichano não fique tão mal-humorado, logo, menos propenso a responder qualquer provocação com uma boa arranhada.

08. Medicamentos

Quem tem qualquer animal em casa sabe: dar remédios para seu bicho é difícil, muitas vezes, porque ele percebe que ali tem algo diferente. Com gatos, a situação pode ser um pouco pior. Isso porque, gatos têm um paladar mais sensível. Assim, se o seu felino precisar de um remédio, se prepare: ele vai ficar bravo com você.

Claro que você não pode ceder. Dicas como segurar o animal entre as pernas, oferecer guloseimas ou pedir ajuda para alguém são muito válidas. Porém, se prepare para levar uns bons arranhões, e talvez uma sessãozinha de indiferença por algumas horas.

07. Sujeira

Quem vê a casa de um tutor de gatos, cheia de pelos espalhada por todos os cantos, tem a impressão errada de que gatos são animais que não ligam pra limpeza. Ao contrário: dentre os comportamentos que os gatos detestam está viver em ambientes sujos.

Gatos são extremamente higiênicos. Suas lambidas visam, entre outros objetivos, a higiene (mas atenção, dar banho também é importante). Enterrar as fezes na caixinha de areia é outro.

Por isso, é muito importante que a casa onde vive o gato esteja limpa. Tanto a caixa de areia, quanto as latas de lixo, os cantos, os restos de comida. Em casas sujas, gatos ficam mais estressados e nervosos, mais propensos a atacar ao tutor ou pessoas convidadas.

06. Broncas

Para os gatos, os limites devem ser ensinados de forma sutil e atenta aos sentimentos deles. Fonte: Unsplash.
Para os gatos, os limites devem ser ensinados de forma sutil e atenta aos sentimentos deles. Fonte: Unsplash.

Gatos são animais muito sensíveis e têm personalidade forte. Por isso, não gostam de ser enfrentados. Ou pelo menos, não com palavras duras.

Quando você dá uma bronca em um gato, o que ele vai entender é o tom da sua voz e seus gestos. Por isso, se você dá uma bronca mais firme, ele vai entender como uma ameaça. E se ele se sentir ameaçado…

Colocar limites é importante, mas para um animal, principalmente se ele for um gato, isso deve acontecer de forma muito sútil, sensível e atenta aos sentimentos dele.

05. Excesso de erva-dos-gatos

Todo mundo que tem um gato sabe: a erva-dos-gatos, a famosa catnip, é fundamental para o humor de seu amigo. Se inalada ela deixa o gato mais agitado; se ingerida, o deixa mais tranquilo.

Porém, como tudo na vida, em excesso, ela pode ser prejudicial. Não que seu gato vá ter uma overdose – se ele comer demais, talvez vomite, mas gatos saberão seguir seus instintos, e parar na hora certa.

O problema maior é outro: ele ficar exposto demais ao cheiro. Isso pode deixar seu gato muito estimulado, e, por consequência, cansado. É só imaginar: como você fica, quando bebe muito café? A dica é, use o catnip sem exagero!

04. Comida fria

Você se lembra da sua mãe, ou da sua avó, dizendo para esquentar a comida, que comida fria faz mal, etc.? Pois um gato vai concordar com elas.

Não que o gato precise da comida quente – mas comida gelada, o animal, provavelmente, vai recusar. Os gatos têm língua e olfatos muito sensíveis, então comida gelada pode incomodar o bichano.

Assim, você entenderá a expressão “cara feia, para mim, é fome”. Seu gato talvez te arranhe, porque você não está dando comida o bastante ou não na temperatura que ele gosta. E qual é a temperatura certa? Temperatura ambiente, ou um pouquinho mais morna (uns 15 segundos no micro-ondas).

03. Carinhos na barriga

Carinho na barriga de um gato é um erro crasso, cometido, em 90% das vezes, por quem só conviveu com cachorros. Brincadeiras à parte, gatos detestam que você encoste na barriga deles.

Eles adoram carinho, mas é na cabeça e pescoço, às vezes no dorso. Quando o gato deita com a barriga para cima, o que ele está demonstrando é que ali ele está confortável. Mas isso não é um convite para um afago.

Gatos têm o abdômen sensível (isso é, sentem cócegas), mas isso não é positivo para eles. Assim, afagar a barriga de um gato é fatal: em poucos instantes, o bichano vai pular e te arranhar.

02. Passear demais

Veja porque passear com os gatos é um erro. Fonte: Unsplash.
Veja porque passear com os gatos é um erro. Fonte: Unsplash.

Outro erro cometido por quem conhece mais cachorros do que gatos. Passear demais é um dos comportamentos que os gatos detestam. Isso porque eles não se sentem tranquilos quando saem de sua rotina.

Você sair com eles, vez por outra, é bom para o animal sentir novos ares, tomar sol, receber alguns estímulos. Mas só será proveitoso para o humor do gato se for um acontecimento especial.

Seu gato precisa da segurança e a estabilidade de uma rotina para conseguir viver com tranquilidade. Se você sair demais com ele, seu gato vai ficar estressado, exausto… E nós sabemos como o gato responde ao estresse, não?

01. Olhares diretos

Contato visual é muito importante – para pessoas e cachorros. Para gatos, é um sinal de desafio, ameaça ou enfrentamento.

Seu gato quer conviver com você, quer se sentir parte de seu dia e quer sua atenção. Mas ele não vai gostar se você olhar nos olhos, porque, instintivamente, isso desperta a sensação de ameaça, como se você estivesse calculando seus movimentos, para atacar.

Dessa forma, o gato fica em estado de alerta, e interpreta movimentos simples como um ataque. E ele não atacará você se não se sentir atacado antes. Então, ao invés de olhar seu gato nos olhos, olhe para ele de lado, com a cabeça baixa, ou até, de olhos fechados (quando você estiver fazendo carinho). Assim, seu gato vai se sentir muito mais querido e confiante.

Caso esteja pensando em adotar outro felino e queira conhecer raças carinhosas, confira o conteúdo que preparamos abaixo!

As 15 raças de gatos mais carinhosas

Você sabe quais são as 15 raças de gatos mais carinhosas que existem? Confira aqui os bichanos que adoram um carinho humano!

Em Alta

content

Curso Como Fazer Perfumes da Learncafe: veja se vale a pena!

O curso Como Fazer Perfumes da Learncafe vale a pena já que te ajuda a economizar em suas fragrâncias! Aprenda sem sair de casa pelo site!

Continue lendo
content

Gato Manx: saiba tudo sobre essa raça aqui!

Dócil, carinhoso e inteligente, o gato Manx pode ser uma ótima opção de gatinho para você ou sua família. Veja mais sobre a raça dele aqui!

Continue lendo
content

Cachorro Foxhound Americano: saiba tudo sobre essa raça aqui!

O cachorro Foxhound americano é um cão de ancestrais caçadores, mas que adora a companhia do seu dono. Confira tudo sobre ele!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como comprar facilmente na Vamos de Pé na Estrada?

Além de uma agência física para atendimento presencial, a Vamos de Pé na Estrada tem uma plataforma digital. Para facilitar ainda mais, os clientes podem parcelar seus pacotes em até 12 vezes, então veja como comprar!

Continue lendo
content

Como baixar e usar o aplicativo HotelTonight?

O aplicativo HotelTonight é uma plataforma disponível para Android e iOS que te ajuda a encontrar hospedagens em promoções, mesmo para reservas de última hora. Aprenda a baixar e ter acesso.

Continue lendo
content

Aplicativo Traveloka: veja como funciona e se vale a pena!

O app Traveloka oferece uma infinidade de serviços de viagens para facilitar o planejamento das suas férias. Acesse e reserve hotéis, conferir dicas e sugestões de passeios em um só lugar!

Continue lendo