Cursos

Vale a pena fazer curso de cabeleireiro? Saiba aqui!

Se você ainda está em dúvida se o curso de cabeleireiro vale mesmo a pena, veja aqui as principais dúvidas da profissão antes de decidir. Ademais, você verá quanto ganha em média um profissional da área, além de dicas de cursos para se tornar um profissional! Confira!

Anúncios

Descubra se realmente vale a pena fazer um curso de cabeleireiro

Afinal, vale a pena fazer o curso de cabeleireiro? Fonte: Pexels.
Afinal, vale a pena fazer o curso de cabeleireiro? Fonte: Pexels.

Antes de mais nada, você sabia que a profissão de cabeleireiro é uma das mais antigas no mundo? Assim, o cabeleireiro é um profissional responsável por cortar, hidratar, cuidar e realizar diversos outros procedimentos nos cabelos dos seus clientes. Mas, afinal, vale a pena fazer curso de cabeleireiro hoje em dia? Continue a leitura e descubra!

10 cursos online e gratuitos para empreender

Se você está pensando em fazer cursos online e gratuitos na área de beleza, confira aqui opções para investir como Estética Facial e Massagem.

Anúncios

Principais dúvidas para quem quer ser cabeleireiro

Então, algumas pessoas começam nessa profissão sem ter nenhum preparo, desavisadas das responsabilidades de um cabeleireiro profissional. No entanto, é importante que você saiba o que essa área existe do seu perfil de trabalhador antes de se aventurar no ramo. Confira a seguir as principais dúvidas sobre essa profissão.

Os cursos são caros?

Ainda que o início dessa profissão seja desafiador devido a concorrência na área, você pode se tornar um bom profissional à medida que for se especializando. Dessa forma, é importante ressaltar que vale a pena fazer curso de cabeleireiro, já que você vai agregar cada vez mais conhecimento ao seu currículo.

Aliás, você pode encontrar cursos gratuitos e de boa qualidade no mercado para começar a estudar. Portanto, o investimento inicial não precisa ser de um valor muito alto, começando apenas com seu empenho e força de vontade de aprender.

Anúncios

Como faço para praticar?

Antes de tudo, é importante que você atue como auxiliar em um salão de beleza para se familiarizar com a profissão na prática. Aliás, se possível, procure salões com um bom fluxo de clientes, e estabelecimentos com maior credibilidade.

Assim, pense nessa fase como um estágio para que você aprenda tudo que puder com outros profissionais há mais tempo no ramo. Desse modo, você vai criar contatos e se tornará conhecido na região, o que tornará mais fácil sua carreira depois.

Quais são as habilidades necessárias?

Então, ser cabeleireiro vai muito além de apenas lidar com cabelos. Assim, você também precisa interagir com seus clientes, ser simpático e solícito, além de observador. Portanto, um bom profissional da área precisa possuir habilidades como organização, atenção, paciência, boa higiene e habilidade de lidar com o público.

Quanto ganha um cabeleireiro?

Primeiramente, é importante lembrar que qualquer começo de profissão pode ser um pouco difícil. No entanto, como já dissemos, o início da prática de cabeleireiro deve ser através de auxiliar em um salão de beleza. Nessa fase, em um salão com bom fluxo de pessoas, um cabeleireiro pode chegar a faturar entre R$1.500,00 a R$2.500,00 por mês.

No entanto, quanto mais experiência e mais especializado for o seu currículo, o cabeleireiro pode aumentar sua renda cada vez mais. Assim, um bom profissional, conhecido no ramo, pode faturar mais de R$10.000,00 mensais! Tudo vai depender dos tipos de procedimentos realizados nas clientes naquele mês.

Quanto é o investimento inicial em um curso?

Então, qual o valor do investimento? Fonte: Pexels.
Então, qual o valor do investimento? Fonte: Pexels.

De início, todo negócio começa com o básico. Então, com a sua nova carreira não seria diferente. Portanto não se prenda a comprar materiais de última tecnologia, ou aos produtos mais caros do mercado. Comece do básico, e aos poucos você vai crescendo seu negócio.

Ademais, existem cursos online da profissão que são gratuitos. Dessa forma, você pode começar a aprender o básico da área sem pagar nada por isso. Assim, existem outros cursos tanto online quanto presenciais com baixo valor de investimento que você pode procurar fazer depois.

A profissão é valorizada?

Nos últimos anos, o mercado da beleza é um dos que mais cresce no Brasil. Assim, o número de profissionais que atuam nessa área mais do que dobrou! Desse modo, a dúvida acaba ficando se realmente vale a pena fazer curso de cabeleireiro. Afinal, com tantos profissionais trabalhando no mercado da beleza, será que haverá mais espaço?

Embora seja um mercado concorrido, o cabeleireiro profissional é bem remunerado e com certeza você encontrará oportunidades de acordo com sua especialização. Assim, é ideal investir em cursos e praticar o máximo que conseguir para aprimorar cada vez mais seu currículo.

Desse modo, nos primeiros anos de carreira, um cabeleireiro pode lucrar até R$2.500,00 mensalmente na profissão. Esse valor só tende a aumentar na medida em que você cresce e se especializa na área, podendo chegar a R$10.000,00 ou mais! Portanto, essa é uma boa carreira para você investir.

5 dicas de cursos online de cabeleireiro

Veja 5 dicas de cursos. Fonte: Pexels.
Veja 5 dicas de cursos. Fonte: Pexels.

Então, agora que você já sabe que vale a pena fazer curso de cabeleireiro e aproveitar ao máximo essa área em expansão, confira a seguir nossas dicas de curso! Assim, você também poderá se tornar um profissional de sucesso na área!

Curso de cabeleireiros para iniciantes – Cláudia Lopes

Pois bem, com mais de 20 anos de experiência como cabeleireira, Cláudia Lopes criou seu próprio instituto e já conta com 7 anos de prática como instrutora. Dessa forma, se você ainda não tem experiência na área, essa é uma excelente opção para iniciantes.

Assim, através desse curso você poderá aprender habilidades como tipos de cortes femininos e masculinos, além de toda a teoria sobre estrutura do fio, Colorimetria, reconstrução, entre outros tópicos. Desse modo você poderá se tornar um profissional de sucesso.

Curso de Cabeleireiro – SENAC

Então, outro curso livre para formação profissional de cabeleireiros é o curso oferecido pelo SENAC. Assim, para fazer a inscrição você precisa ser maior de 18 anos e ter o ensino fundamental completo. Além disso, o curso oferece certificado válido em todo o território nacional.

Portanto, através do curso você poderá aprender técnicas de visagismo, como lavar, escovar, modelar os cabelos, cortes masculinos e femininos, entre outras técnicas. Ademais, esse curso também te ensina a organizar seu espaço de trabalho, como precificar seu serviço, além de gestão de carreira.

Então, é um conteúdo bem completo e com certeza vale a pena fazer curso de cabeleireiro na instituição.

Curso de Cabeleireiro – Beauty Class

Uma ótima opção de curso online, os cursos oferecidos pela plataforma da Beuaty Class possuem um material completo e de qualidade. Assim, você terá acesso a novas técnicas, e poderá aprender no seu ritmo, sem sair de casa. Nesse sentido, a Beauty Class oferece mais de 50 cursos da área!

Aliás, os valores dos cursos são acessíveis, e você poderá aprimorar seu perfil profissional com conteúdo exclusivo. Então, acesse o site oficial e confira as opções de curso!

Curso de Cabeleireiro Básico Online – Prime Cursos

Primeiramente, a Prime Cursos é referência em cursos no mercado, oferecendo aulas diversificadas em inúmeras áreas. Aliás, seus cursos são gratuitos e oferecem certificado válido em todo o território nacional. No entanto, para emitir os certificados você deverá pagar uma pequena taxa de R$49,90 para emissão.

Ademais, o curso possui carga horária de 40 horas, além de uma avaliação ao final do conteúdo. Além disso, esse curso engloba tópicos essenciais como tipos de cabelos, lavagem, hidratação, cauterização e todos os procedimentos capilares, cortes de cabelo, além de outros procedimentos. Portanto, vale a pena fazer curso de cabeleireiro na Prime Cursos!

Curso de Cabeleireiro Prime Cursos gratuito: veja!

O curso de cabeleireiro Prime Cursos é perfeito para quem está buscando ingressar na área de beleza e cuidados pessoais. Saiba mais aqui!

Curso de Cabeleireiro – Instituto Universal

Por fim, outra opção de curso online de cabeleireiro é a do Instituto Universal Brasileiro. Nesse sentido, o curso possui carga horária de 120 horas e conta com 9 apostilas, além de certificado com validade nacional.

Assim, o Curso de Cabeleireiro do Instituto Universal aborda tópicos importantes como análise dos fios, primeiras técnicas de corte, visagismo, procedimentos em geral, além de marketing pessoal. Portanto, é um conteúdo completo e com certeza vale a pena fazer curso de cabeleireiro do Instituto Universal.

Ademais, se você ainda está em dúvida sobre qual segmento da área da beleza deve seguir, confira abaixo algumas dicas!

Melhores cursos de beleza em 2021

Veja aqui os melhores cursos de beleza em 2021 em áreas desde manicure até alongamento de cílios e make. Escolha e se profissionalize!

Sobre o autor  /  Samantha Scorbaioli

Amante da literatura, dos animais e da escrita, sempre em busca do conhecimento e de novos desafios. Acredita que sabedoria ganha é sabedoria compartilhada, e que tudo pode ser feito de forma criativa e descomplicada.

Em Alta

content

Curso de aromaterapia: saiba tudo sobre ele e como fazer!

O curso de aromaterapia é uma opção incrível para você que está buscando uma atuação estratégica na área de cuidados pessoais e saúde! Veja.

Continue lendo
content

Curso online de confeitaria: conheça 5 opções!

O curso online de confeitaria é muito interessante para quem deseja atuar na área, ou já atua, e quer se profissionalizar. Saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Curso SPA Plástica nos Pés: conheça o curso online!

Quer aprender como tratar e recuperar pés ressecados e rachados? Então, conheça o Curso SPA Plástica nos Pés e veja as técnicas! Confira!

Continue lendo

Gatos

Tudo sobre xixi de gato: entendendo a urina do seu felino

Gatos, como todos os animais, fazem xixi para liberar as substâncias que passam pelos rins, mas não são úteis organismo. Isso de uma maneira bem geral, para deixar claro, o principal: seu gato faz xixi, e ele fazer xixi é sinal de saúde.

Mas, nem sempre, o xixi diário é sinal de saúde perfeita, sabia?

Primeiro, é importante dizer que o lugar onde seu gato faz xixi, fala sobre ele. Segundo, que às vezes, o xixi que ele está fazendo nem sempre é sinal de saúde.

Parece algo confuso, mas na verdade é bastante simples. Leia aqui, seu guia definitivo para entender essa substância tão importante, o xixi do gato.

Xixi de gato tem cheiro de… Xixi de gato!

A urina de gato cheira mal? Sim. Mas cheira mal, da mesma forma que a urina de uma pessoa, um cachorro ou outro mamífero.

De maneira bem geral, a urina de mamíferos é composta de cerca de 95% de água, cerca de 3% de ureia (uma mistura de sódio, cloro, potássio e outros componentes encontrados em proteínas) e 2% de outras substâncias. Essa mistura é resultado da filtragem do sangue feita pelos rins. Em outras palavras, o xixi é o componente líquido do sangue que não é aproveitado pelo corpo.

Já sua aparência e cheiro, isso é mais ou menos igual, a nossa. A urina de gato precisa ser amarela-clara, bem transparente, e ter um cheiro ácido leve. Alterações na forma, cor ou odor indicam, provavelmente, uma doença, e precisam ser tratadas o quanto antes.

Então, não tem jeito, o xixi do gato vai cheirar mal. Mas vai cheirar mal, como todo o xixi. Tipo o xixi do bebê, do cachorro, ou dos meninos da casa que se esquecem de levantar a tampa ou limpar os “vazamentos”.

Por isso, é importante que os donos de gatos combatam esse preconceito: de que xixi de gato cheira pior do que o de outros animais.

Por que o gato faz xixi na areia (ou, por que não faz)?

Provavelmente, você que acessa o Senhor Gato já leu em vários lugares uma coisa que a gente vive dizendo. Gatos são animais territorialistas, e tem ligações genéticas com gatos selvagens, leões e outros felinos não-domésticos.

Isso quer dizer que o gato fará xixi, às vezes, para marcar território. Como se aquele xixi fosse uma assinatura dele, mostrando que lá é ele quem manda.

Mas nesse caso, é importante você perceber que esse xixi será um pouco diferente do xixi normal. E ele pode ser evitado, com adestramento adequado, porque, diferente do que se pensa, os gatos não nascem sabendo (como e) onde devem fazer xixi.

Um gato tranquilo, bem alimentado, feliz com seu ambiente e rotina, e já adestrado, fará xixi na areia. A ciência não tem uma resposta tão clara para os motivos pelos quais os gatos fazem isso.

Porém, de maneira geral, o que a gente sabe é:

  1. Os gatos são animais que (no seu território) prezam pela limpeza e organização.
  2. Quando eles enterram a urina e as fezes, fazem isso para esconder sua presença, porque, instintivamente, estão despistando predadores.

Assim se seu gato estiver urinando fora do lugar, isso é um sinal de problemas.

A urina como demonstração de desagrado

Quando seu gato estiver estressado, ansioso, nervoso ou insatisfeito, ele vai demonstrar isso de várias formas. Pode ser miando, arranhando ou… Urinando.

Para identificar o problema, a gente precisa levar em consideração algumas coisas:

  1. Seu gato tem acesso a uma boa quantidade de comida saudável e balanceada, todo o dia?
  2. Seu gato tem acesso ilimitado a água potável, em temperatura adequada?
  3. Seu gato tem bastante espaço para brincar e descansar? Ele gosta dos brinquedos e arranhadores que tem?
  4. Seu gato está com as vacinas em dia?
  5. Seu gato tem uma rotina regular, sem grandes mudanças ou novidades?
  6. As caixas de areia de seu gato estão todas limpas? O ambiente em volta delas está limpo?

Todos esses fatores influenciam o humor de seu gato, e logo, a frequência e local da urina dele, sabia?

Apenas um veterinário conseguirá determinar qual desses fatores está influenciando o trato urinário de seu gato. Às vezes, a ração dele não está adequada. Outras, o animal está estressado ou ansioso por algum acontecimento, na casa. Em outras, ainda, pode ser o primeiro sinal de uma doença.

Por isso, é essencial que você acompanhe seu gato, a forma como ele urina, os locais onde ele está fazendo isso…

Seu gato está fazendo xixi no sofá só pra chamar a sua atenção? Provavelmente, sim. Então preste atenção no que ele está “falando”.

Identificando infecções urinárias

Assim, vamos considerar que nossos leitores são gatófilos dedicados, que cuidam de seus bichanos, dão comida adequada, brinquedos divertidos, e espaço de sobra para os peludos brincar (porque eu sei que vocês são!).

Mesmo assim, seu gato continua fazendo xixi fora da caixa. O que pode ser? Sinto lhe dizer, mas pode ser uma doença. Logo, é extremamente importante que você se atente aos sinais.

COR

A aparência da urina do gato, como a gente disse lá em cima, é de um amarelo claro e transparente, tipo um chá branco fraco. Se a urina estiver clara como água, ou amarelo escuro (ou até marrom, com manchas, ou pontos), esse é um sinal muito preocupante.

CHEIRO

Já em relação ao cheiro, como dissemos, é um cheiro ruim. Mas não é tão diferente do cheiro do xixi de uma pessoa ou um cachorro. Entretanto, se o cheio do xixi de gato for muito forte (ou sem cheiro nenhum), é melhor você se preocupar e elvar o animal ao veterinário.

REAÇÕES

Por fim, observe quando seu gato for urinar. Ele parece estar fazendo xixi sem dor? O jato é rápido e contínuo? As infecções do trato urinário causam dor e jatos de urina irregulares. Então, se seu gato mia ou rosna na hora de urinar, se preocupe e leve ele ao veterinário.

Quanto mais cedo você perceber esses sinais, mais cedo serão os tratamentos e, com ele, as curas.

A faxina da urina: limpando o xixi do gato

Por fim, faltou falar sobre uma coisa. Algo que pega até os tutores mais experientes de surpresa: a limpeza da urina de gato.

Não estamos falando da caixa de areia. Para isso existem peneiras próprias, e, é importante você sempre ter um saco de areia de gato nova, para renovar a caixa do gato.

Estamos falando de um acidente: seu gato saudável acabou de fazer xixi no seu tapete de macrome novo! E agora?

PRIMEIRO: ENCONTRE O XIXI

A primeira coisa a fazer, logo que você perceber que seu gato fez xixi fora da caixa, é limpar o local com papel-toalha. Mas sem esfregar, porque isso poderá, ao contrário, quebrar as partículas do xixi, fazendo ele ficar ainda mais entrelaçado aos fios ou poros da superfície onde está.

SEGUNDO: HORA DE LIMPAR

Em seguida, você pode usar um detergente ou sabão em pó específico para retirar odores de xixi (e cocô e vômito). Sempre seguindo, claro, as orientações do fabricante.

Por outro lado, se você não tiver esse produto na sua casa, no momento exato do “acontecimento”, siga uma receita infalível.

Você vai precisar de:

  • 2 partes de vinagre branco
  • 1 parte de água
  • 1 copo de água oxigenada
  • 1 colher de chá de detergente neutro
  • Bicarbonato de sódio

Misture os dois, e aplique sobre a região afetada. Espere uns 5 minutos. Então, espalhe o bicarbonato, e aguarde mais uns 10 minutos. Depois, misture a água oxigenada e o detergente, e esfregue a região afetada com a mistura, e deixe tudo secar naturalmente. Por fim, limpe o que sobrou com um aspirador.

Tiro e queda, quando seu amigo gato passar por um “acidente”.


E você, tem alguma história engraçada com xixi de gato? Tem alguma dúvida? Faltou falarmos de algum tópico? Escreva nos comentários, conte sua história!

E, para não perder mais nenhuma postagem do Senhor Gato, se inscreva na nossa newsletter e receba sempre o melhor conteúdo sobre gatos e animais no seu e-mail!

Você também pode gostar

content

Maine coon: saiba tudo sobre essa raça de gato!

O Maine Coon é uma raça de gatos que ficou conhecida pelo seu tamanho, já que os gatos são bem maiores do que as raças mais conhecidas! Veja.

Continue lendo
content

Veja dicas de como fazer design de sobrancelha masculina!

O design de sobrancelha masculina requer cuidados específicos, como retirar menos pelos e marcação diferenciada. Por isso, saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Cursos gratuitos Domestika: conheça e saiba 10 opções!

Os cursos gratuitos Domestika são uma excelente opção para quem está buscando se profissionalizar em novas áreas de atuação! Confira!

Continue lendo