Dicas

A importância do veterinário para a saúde dos seus pets!

O médico veterinário tem uma ampla área de atuação e sua profissão está ligada tanto à saúde do seu pet quanto à saúde da sociedade de um modo geral. Portanto, confira suas diversas áreas de atuação e descubra a importância desse profissional.

Anúncios

Descubra a importância de levar sempre seu pet ao veterinário

Afinal, qual a importância do veterinário? Fonte: Pexels.
Afinal, qual a importância do veterinário? Fonte: Pexels.

Antes de mais nada, manter o seu pet feliz também quer dizer mantê-lo saudável e bem cuidado. Nesse sentido, a importância do veterinário na rotina do animal se torna decisiva para quem ama e cuida do seu amigo de quatro patas.

Aliás, para ser um tutor responsável, é importante manter visitas regradas ao médico veterinário do seu pet. Assim, os profissionais dessa área não cuidam exclusivamente de gatos ou cachorros, por exemplo. Nesse sentido, existem veterinários especialistas em coelhos, hamsters, furões, entre outros animais.

Então, quer saber mais sobre a importância do veterinário e por que você precisa levar seu pet para uma consulta? Pois continue a leitura que vamos te explicar porque esse profissional é tão importante para o seu amiguinho e para toda a sociedade! Confira!

gato deitado recebendo carinho

10 dicas e cuidados principais com os gatos

Confira aqui os principais cuidados que gatos precisam e entenda tudo sobre a personalidade e hábitos dos felinos para cuidar do seu pet!

Anúncios

É preciso levar um pet ao veterinário regularmente?

Primeiramente, é importante que você saiba que o médico veterinário não deve ser lembrado apenas em casos de doenças ou acidentes dos seus pets. Nesse sentido, as consultas com o profissional servem também para prevenção e tratamento de doenças e zoonoses.

Mas, afinal, o que é uma zoonose? Pois bem, zoonoses são enfermidades que afetam os animais e que são naturalmente transmitidas para o ser humano. Dessa forma, elas representam uma grande ameaça tanto a saúde do seu pet quanto da sociedade de um modo geral.

Por exemplo, é possível evitar doenças como a raiva, leptospirose e a leishmaniose se você levar seu pet a um veterinário regularmente. Desse modo, ele poderá te orientar sobre os perigos de contágio, além de realizar exames laboratoriais de rotina para verificar a saúde do seu amiguinho.

Portanto, não subestime a importância do veterinário na rotina do seu animal. Procure realizar os exames de rotina, vacinação e vermifugações periodicamente de acordo com a orientação do profissional.

Todos os pets precisam ir a um veterinário?

Então, como já explicamos aqui, a importância do veterinário se deve principalmente a prevenção de doenças e problemas mais graves. Nesse sentido, não existem apenas profissionais da área que tratam de gatos ou cachorros.

Assim, se você é um tutor de outros tipos de animais, ainda é importante que você realize consultas de rotina para ter certeza de que seu pet está saudável e bem cuidado. Dessa forma, você poderá evitar problemas futuros e até gastos excessivos se deixar para procurar um profissional na última hora.

Ademais, a medicina veterinária tem uma ampla área de atuação e atende os mais diversos tipos de animais, sejam eles domésticos ou não. Portanto, agende sua consulta periodicamente e ouça as orientações do profissional.

Anúncios

Existem diferentes especialidades de médico veterinário para cada pet: conheça!

Primeiramente, podemos concordar que animais de estimação são ótimas companhias, além de serem uma fonte inesgotável de amor, afeto e alegria. Aliás, você não precisa ser dono de cachorro para ser considerado um amante de animais.

Nesse sentido, alguns tutores preferem espécies um pouco fora do comum para terem como companhia. Entretanto, para criar esses animaizinhos diferentes, também é preciso ter um bom médico veterinário que te oriente com os cuidados específicos de cada animal. Aliás, você sabia que existem veterinários que atendem animais diferentes assim? Então acompanhe a seguir!

Veterinário de animais de pequeno porte

Pois bem, esse é o profissional mais comum da área. Nesse sentido, ele cuida de animais de pequeno porte, conhecidos como animais domésticos. Com certeza você já deve ter visto uma clínica veterinária, ou consultório onde um profissional atende.

Ainda que a maioria deles escolha trabalhar com cães e gatos, outros podem atender coelhos, hamsters, porquinhos de Índia e furões também. Assim, pode ser um pouco mais fácil de encontrar um veterinário que atenda esses tipos de mamífero.

Veterinários de animais de grande porte

Então, o que faz o veterinário de grande porte? Fonte: Pexels.
Então, o que faz o veterinário de grande porte? Fonte: Pexels.

Então, esse tipo de profissional também é bastante comum. No entanto, ele trata de mamíferos que geralmente vemos em sítios e fazendas como vacas, cavalos, ovelhas e porcos.

Desse modo, profissionais da área são de extrema importância no campo para cuidar da saúde dos rebanhos, fazer avaliações diárias ou periódicas, manter a vacinação em dia e até procedimentos como inseminação. Assim, o veterinário de grande porte tem que ser especializado no manejo desses animais.

Veterinários de animais exóticos

Primeiramente, um animal exótico é aquele que não está no seu habitat natural ou não pertence a fauna do país em que se encontra. Dessa forma, é preciso ter cuidados especiais para que ele se adapte de forma saudável, daí a importância do veterinário.

Assim, um profissional que atende animais exóticos pode cuidar de répteis, alguns tipos de pássaro, chinchilas e até alguns porquinhos da Índia também. Aliás, esse é um ramo que vem crescendo bastante, já que cada vez mais as pessoas se interessam por adotar outras espécies incomuns de animais.

Veterinário de animais selvagens

Então, você conhece o veterinário de animais silvestres? Fonte: Pexels.
Então, você conhece o veterinário de animais silvestres? Fonte: Pexels.

Pois bem, um veterinários de animais selvagens e silvestres vai se especializar no cuidado e necessidades de animais como répteis, algumas aves e mamíferos selvagens como é o caso de leões e macacos, por exemplo.

Dessa forma, os profissionais que cuidam desses tipos de animais tendem a trabalham em zoológicos, centros de reabilitação e até centros de zoonoses. Assim, um médico veterinário com essa especialização pode encontrar diversas oportunidades, especialmente no Brasil.

Especialidades

Além de se especializar em cuidar de um grupo particular de animais, como grande ou pequeno porte por exemplo, o médico veterinário também pode atuar em outras áreas. Assim como um médico que pode se tornar oftalmologista, cirurgião ou até cardiologista, o veterinário também pode seguir o mesmo caminho.

Dessa forma, existem veterinários especialistas em cardiologia, oftalmologia, veterinários dentistas, dermatologistas, entre outras especializações. Aliás, ele também pode se aprofundar e atender exclusivamente uma espécie de animal, como é o caso de veterinários especialistas em felinos.

Pesquisa

Pois você sabia que um médico veterinário também pode ser um pesquisador? Sim, os profissionais dessa área podem atuar em laboratórios com enfoque em pesquisas biológicas, patológicas e até microbiológicas.

Aliás, eles também podem trabalhar no desenvolvimento de medicamentos de uso veterinário. Além disso, também podem tratar de doenças que tem ligações com os animais, como a Vaca Louca por exemplo.

Afinal, qual a importância do veterinário?

Então, como você viu, o médico veterinário possui diversas áreas de atuação. Dessa forma, ele é um profissional de extrema importância para a sociedade, já que está ligado diretamente a questões de saúde pública.

Além disso, a medicina veterinária está diretamente ligada a preservação da saúde e bem-estar dos animais de um modo geral. Portanto, não subestime a importância do veterinário tanto na vida do seu pet como na sua, já que é uma ocupação essencial em nossa sociedade.

Aliás, você sabia que existe plano de saúde para o seu pet? O serviço pode tornar muito mais fácil o acesso a veterinários, realização de exames laboratoriais entre outros serviços. Quer saber como fazer um plano de saúde para o seu amiguinho peludo? Então confira nosso conteúdo a seguir!

Plano de saúde Dog Life: como fazer para seu pet?

Veja como fazer o plano Dog Life e proteja seu amigo peludo, assim ele pode ter acesso a consultas, exames, internações e muito mais!

Sobre o autor  /  Samantha Scorbaioli

Amante da literatura, dos animais e da escrita, sempre em busca do conhecimento e de novos desafios. Acredita que sabedoria ganha é sabedoria compartilhada, e que tudo pode ser feito de forma criativa e descomplicada.

Em Alta

content

Curso de snacks naturais para pets: veja 5 opções!

O curso de snacks naturais para pets é perfeito para você que quer aprender como proporcionar uma alimentação mais natural ao seu pet! Veja.

Continue lendo
content

Curso de cabeleireiro: guia completo + 5 dicas de ouro!

O curso de cabeleireiro é ideal para quem está buscando ingressar na área de beleza e cuidados pessoais, uma área que está em crescimento.

Continue lendo
content

Alimentos tóxicos para gatos: conheça 10 e proteja seu pet!

Existem vários alimentos tóxicos para gatos, como o chocolate, que podem causar vários malefícios para seu gato! Por isso, veja a lista aqui.

Continue lendo

Gatos

Gatos portadores de deficiência: como cuidar? Veja dicas!

Os cuidados que gatos portadores de deficiência exigem são mais complexos do que os necessários aos demais felinos. Aprenda, hoje, como fazer.

Descubra como cuidar de gatos portadores de deficiência da maneira correta

Infelizmente não são raros os casos de gatos portadores de deficiência. E eles possuem necessidades especiais que devem ser vistas com atenção.

As deficiências felinas geralmente têm 02 causas: a primeira, genética, é natural. Contudo, a segunda é fruto de uma triste realidade, uma vez que envolve maus tratos e violência. Assim, não raro vemos as ONGs divulgando animais com necessidades especiais.

E muitas pessoas não os adotam com medo de não cumprir com as necessidades. Afinal, como garantir o bem-estar e os cuidados com os felinos? É possível adotá-los mesmo sem garantir acompanhamento 24 horas? Eles podem interagir com outros pets?

O surgimento de todas essas questões é comum. Afinal, não temos o hábito de discutir sobre essas necessidades. Assim, é natural que essas dúvidas surjam somente quando realmente há uma possibilidade de lidar com esse tipo de situação.

Porém, não se preocupe. Não apenas os gatos portadores de deficiência são ótimos companheiros, como muitas vezes requerem apenas pequenas adaptações. Para conhecê-las e saber tudo sobre as condições especiais, continue lendo.

Hoje separamos, para você, algumas dicas para tratar de gatos com necessidades especiais. Igualmente, como manter o seu bem-estar ao máximo possível e outras questões relevantes.

Como é cuidar de um gato deficiente em casa?

Cuidar de um gato especial também requer adaptações e observações especiais. Por isso, é preciso estar preparado. A adoção por impulso, sem se adaptar previamente à situação, pode ser algo traumático para você e para o animal.

Animais, sejam gatos ou cães, demandam atenção. Além disso, muita paciência, carinho, brincadeiras e espaço. Por isso, somente adote um animal caso você possa dar isso a ele. Saiba o tamanho da responsabilidade que ele representa.

Ainda, prepare-se para eventuais surpresas. Não raro os tutores adotam gatos portadores de deficiência, ou mesmo cães, sem saber da condição. Afinal, ela nem sempre se apresenta claramente.

Muitos casos de surdez, por exemplo, demoram tempos para serem descobertos. Por isso, saiba sempre que o set pet será um animal complexo que, infelizmente, pode ter algum tipo de doença ou deficiência. E cabe a você dar a ele o melhor tratamento para isso.

Cuidar de gato: veja 12 dicas importantes!

Você pretende adotar um gatinho? Então não deixe de conferir dicas para cuidar de gato. Assim, você garante a segurança dele e a boa convivência.

Entenda mais sobre os cuidados necessários

Cuidar de gatos portadores de deficiência exige alguns cuidados especiais como eles. Por exemplo, animais com limitações físicas precisarão de um ambiente acessível e confortável. Também, em alguns casos, de brincadeiras e exercícios específicos para fins de fisioterapia.

Por outro lado, animais com problema de visão ou audição precisam de outros estímulos. Para os cegos, estímulos auditivos. Para os surdos, estímulos pra a visão. Ainda, a criação de uma rotina ajuda em muito, bem como a adaptação de atividades.

Por isso, saiba que é possível adotar gatos portadores de deficiência e garantir a sua segurança com alguns esforços pontuais. Em troca, você terá sempre muito carinho e um companheiro que não cansa de ronronar em sua homenagem.

Além disso, saiba desde já: o seu pet se adapta muito melhor às alterações físicas do que os humanos. Eles tendem a aproveitar naturalmente o que têm. Ou seja, o que não têm não lhes faz falta, por assim dizer. Por isso, não sofra por isso.

Com as adaptações e cuidados necessários o seu gatinho será capaz de ter muito bem-estar e curtir uma vida plena.

5 dicas para cuidar de gatos portadores de deficiência

Trouxemos 05 dicas para você que quer adotar um gatinho especial ou está notando alterações na saúde do seu pet. Com elas você garante uma vida feliz e saudável para seu gatinho, com todo o bem-estar que ele merece.

Tenha assistência de um veterinário

Nossa primeira dica para cuidar de gatos portadores de deficiência é sempre ter a assistência de um veterinário. Aliás, isso é necessário para qualquer pet, com condições especiais ou não. Contudo, nesse caso você deve buscá-lo para orientações.

Também, para eventuais exames recorrentes ou medicações dos quais seu pet precise. O veterinário é o melhor profissional para lhe dar todas as dicas de adaptações específicas para seu gatinho.

Cuidado com brincadeiras abruptas 

Seja em caso de deficiência nos membros, como paraplegia, ou nos sentidos, como cegueira, tenha cuidado com brincadeiras abruptas. Essas brincadeiras podem ser com humanos ou outros animais.

Esse cuidado é necessário para não piorar alguma condição do animal. Saiba que os gatos portadores de deficiência se adaptam às suas próprias condições. Com isso, tendem a continuar agindo normalmente e isso inclui brincar.

Como veremos no item a seguir, as brincadeiras são essenciais. Entretanto, certifique-se sempre de que elas serão seguras e sem grandes choques físicos.

Crie estímulos

Outra boa dica para cuidar de gatos portadores de deficiência é estimulá-los. Assim, considere a sua deficiência e, depois, como estimular brincadeiras com os sentidos que ele mantém.

Por exemplo, para gatos com problemas de visão use brinquedos com barulho, como bolinhas. Também, lembre-se de chamá-lo para brincar usando sua voz, falando com ele. Assim, você o estimula e ele cria uma relação com o ambiente ao seu redor.

Já para gatos surdos, por exemplo, faça o contrário. Dê preferência para brinquedos coloridos e chamativos. Bons exemplos são as varetas com penas e bolinhas, nichos nas paredes, arranhadores e outros.

Ainda, caso a deficiência seja nos membros, considere a possibilidade de deslocamento dele e crie brincadeiras que se dêem dentro dela.

Desenvolva uma rotina na casa com gatos portadores de deficiência

Gatos são rotineiros e isso não se perde na presença de uma deficiência. Por isso, não deixe de criar uma rotina para ele. Por exemplo, horários de comida, brincadeira, etc.

Adapte os espaços físicos

Por fim, lembre-se de adaptar os espaços físicos. No caso de um gato com problemas nas patas, existem hoje adaptadores, como cadeirinhas de rodas. Ainda, independentemente do tipo de deficiência, é essencial que a caixa de areia seja acessível.

Já um gato portador de deficiência visual, por exemplo, precisa do menor número de obstáculos, bem como possibilidade de ouvir todos os ambientes. Por outro lado, gatos surdos necessitam de visão dos ambientes.

Você sabe cuidar das unhas do seu gato?

As unhas de gatos são tão importantes, que ganharam até uma música, do guitarrista americano Ted Nugent fez a música Cat Scratch Fever. Veja os cuidados.

Você também pode gostar

content

Limpeza de pele caseira: faça sozinha em 5 passos!

A limpeza de pele caseira é uma excelente opção para quem está buscando cuidar da pele, mas sem gastar muito! Saiba mais aqui!

Continue lendo
content

10 dicas e cuidados principais que os gatos precisam!

Confira aqui os principais cuidados que gatos precisam e entenda tudo sobre a personalidade e hábitos dos felinos para cuidar do seu pet!

Continue lendo
content

Curso de sobrancelhas Prime Cursos: conheça o curso online!

Conheça todos os detalhes do curso de sobrancelhas Prime Cursos e aprenda a profissão de Design de Sobrancelhas que está em alta no mercado!

Continue lendo