Dicas

Plano de saúde Dog Life: como fazer para seu pet?

Se você quer dar a melhor proteção ao seu pet, então confira como fazer o plano de saúde Dog Life. Nesse sentido, o plano funciona como um plano de saúde para humanos, com uma rede credenciada e diversos serviços oferecidos. Faça agora mesmo seu plano!

Anúncios

Descubra como fazer o plano de saúde Dog Life

Como fazer o plano Dog Life. Fonte: Instagram Dog Life.
Como fazer o plano Dog Life. Fonte: Instagram Dog Life.

Primeiramente, um plano de saúde para o seu pet pode tornar muito mais fácil o acesso a veterinários, exames e outros serviços. Isso porque o valor das parcelas é bem abaixo do que você gastaria nesses procedimentos avulsos. Portanto, confira a seguir tudo que você precisa saber sobre como fazer o plano Dog Life.

card

Plano Pet

Dog Life

Cuidado Consultas

Exames laboratoriais, vacinas, consultas veterinárias e muito mais!

Você será redirecionado para outro site

Anúncios

Passo a passo para fazer o plano Dog Life

Afinal, como fazer o plano? Fonte: Pexels.
Afinal, como fazer o plano? Fonte: Pexels.

Pois bem, o plano de saúde da Dog Life oferece 3 modalidades diferentes para atender a todos os clientes. Assim, se você busca um plano básico, com um valor mais em conta mas que ainda ofereça serviços essenciais, então o Plano Pet Start é o ideal para você. Nesse sentido, ele tem valor de R$68 mensais e oferece 6 consultas veterinárias anuais, exames e vacinas.

Ademais, se você quer fazer o plano intermediário da Dog Life, Pet Essential, o valor é de R$ 116 por mês. Dessa forma, seu pet terá acesso a mais 2 consultas veterinárias anuais, além de todos os benefícios do plano básico e mais outros serviços. Assim, estão inclusos nesse plano consulta em domicílio ou com especialista, raio X e ultrassom, 7 diárias de internação com as medicações inclusas, entre outros serviços essenciais.

Por fim você também pode contratar o plano mais completo que a Dog Life oferece, o Pet Max. Nesse sentido, além de todos os outros serviços dos planos básico e intermediário, seu pet terá acesso a até 10 consultas anuais, 10 diárias de internação com medicações inclusas, anestesia inalatória, cirurgias e até tartarectomia! Tudo por um valor de R$235 mensais.

Assim, depois de escolher qual plano melhor atende você e seu amigo peludo, você só precisa clicar em “Simular” e fazer o cadastro com e-mail e número de celular. Depois, de escolher a forma de pagamento e assinar o contrato, você deverá receber em casa a carteirinha de identificação com o nome do pet coberto pelo plano.

Desse modo, você terá acompanhamento o acompanhamento do histórico clínico do pet pela internet. Assim, fica muito mais fácil o acesso pelo profissional durante as consultas veterinárias. Aliás, para ser atendido, basta apresentar sua carteirinha!

Alternativa recomendada: Plano de saúde Mister Saúde Animal

Confira outras opções. Fonte: Pexels.
Confira outras opções. Fonte: Pexels.

Então, existem outras alternativas de planos de saúde que você pode fazer para o seu amigo peludo. Por exemplo, o plano Mister Saúde Animal é uma excelente opção que leva em consideração necessidades especiais do seu pet.

Além do mais, o Mister Saúde Animal também oferece planos diferenciados para que você escolha qual o ideal para o seu bichinho. Portanto, acesse a seguir nosso conteúdo e conheça tudo sobre esse plano de saúde pet!

Plano de saúde pet Mister Saúde Animal

O plano de saúde pet Mister Saúde Animal é uma excelente opção para os tutores que estão buscando por facilidade e boa cobertura! Saiba mais!

Sobre o autor  /  Samantha Scorbaioli

Amante da literatura, dos animais e da escrita, sempre em busca do conhecimento e de novos desafios. Acredita que sabedoria ganha é sabedoria compartilhada, e que tudo pode ser feito de forma criativa e descomplicada.

Em Alta

content

Como fazer sobrancelha com pinça passo a passo: veja!

Veja como fazer sobrancelha com pinça passo a passo, para tirar todas as dúvidas e simplificar ainda mais o processo! Veja aqui.

Continue lendo
content

Micropigmentação de sobrancelhas: tudo que precisa saber!

A micropigmentação de sobrancelhas é uma técnica que está em alta no mercado, é semi permanente e dá impressão de volume. Entenda mais aqui!

Continue lendo
content

Pinscher 0: saiba tudo sobre essa raça de cachorro!

A raça Pinscher 0 é uma das menores raças de cães que existem, eles são bem pequenos, e tem a fama de estressados, mas carinhosos! Veja.

Continue lendo

Cachorro

Cólica no cachorro: o que fazer para ajudar?

Você sabe como reconhecer e tratar cólica no cachorro? Não deixe de conferir o que fazer nesses casos e como cuidar do seu pet!

Descubra tudo sobre cólica no cachorro e como ajudar seu amigo!

A cólica no cachorro é mais comum do que imaginamos e por inúmeros motivos. Por isso, é essencial que tutores de cães saibam o que fazer e como tratá-los.

Aqui, referimo-nos às cólicas como as dores que geralmente atingem a região abdominal. Isto é, não necessariamente às cólicas menstruais, mas qualquer dor que se dê na região do abdômen.

E embora em um primeiro momento isso possa parecer certamente um problema com estômago, considere que ali estão alojados muitos órgãos do cãozinho. Por exemplo, os do sistema urinário, digestivo e reprodutivo. Por isso, os motivos da dor também podem ser diversos.

Para conhecer mais sobre essa condição em cães e o que fazer ao notar que seu amiguinho está com dor, continue lendo. Hoje preparamos para você um compilado com todas as informações sobre cólicas caninas. Assim, informe-se e cuide do seu pet!

Como saber se o cachorro está com dor abdominal?

A dor em humanos se torna muito fácil de descobrir, especialmente pela vocalização dela por quem está sofrendo. Contudo, os cães, embora possam latir, não podem falar na nossa linguagem. Como, então, saber que seu amigo está com dor?

Existem vários sinais que os cães nos dão de que algo não está bem. Conheça alguns desses principais sintomas. Assim, fique atento ao eventual surgimento de um deles.

Cachorro não quer comer: como ajudar?

Uma situação em que o cachorro não quer comer é preocupante. Afinal, a nutrição é essencial para a saúde. Veja o que fazer, então.

Principais sintomas

Dessa forma é possível agir o mais rápido possível e aliviar a dor do pet o quanto antes. São, então, os principais sintomas de dor animal:

Falta de apetite

Esse é um dos principais sintomas não apenas de dor, mas de cólica no cachorro. Afinal, geralmente os cães são ávidos devoradores de alimentos. Porém, caso o recusem, é preciso dar atenção. Muitas vezes a falta de apetite apenas ocorre momentaneamente. Ainda, algumas raças possuem a “alimentação seletiva”, que se caracteriza por pular uma refeição de tempos em tempos. Caso seu pet se mostre sem apetite, observe se é algo passageiro ou se está se repetindo nas demais refeições;

Isolamento

A cólica no cachorro, bem como outros tipos de dores que possam atingi-lo, geralmente o levam a se isolar. E isso é bem comum em vários tipos de doenças animais.

Portanto, se o seu cão se encontra apático e isolado, investigue se isso não é resultado de dores ou doenças;

Latidos insistentes

Os latidos e uivos podem ser sinais de cólica no cachorro ou de outros tipos de dores. Por isso, busque identificar se há um tom diferente nessas vocalizações ou se eles são mais insistentes.

Ainda, observe se ao tocar no animal, em alguma parte do corpo, esses uivos retornam. Isso pode até mesmo dar indícios da fonte de dor;

Dorso encolhido

Por fim, outro dos sinais de cólica no cachorro se refere ao encolhimento do dorso. Isto é, ao encolhimento de forma a arquear as costas e proteger a região abdominal. Esse é um dos principais sinais e indícios de problemas na região.

Esses são os principais sintomas que um cão com dor apresenta, embora existem outros. Por exemplo, alguns simplesmente passam a dormir mais ou a recusar caminhadas e brincadeiras.

Dessa forma, é imprescindível que você realmente conheça seu pet e sues hábitos.

Seja como for, o surgimento de qualquer um desses sintomas – especialmente de forma insistente – requer uma consulta ao veterinário. Com isso você pode se certificar de que seu pet está bem ou, então, de que receberá o tratamento adequado.

Quanto mais cedo for o diagnóstico e o tratamento, seja qual for a doença, maiores chances de cura e de recuperação. Por isso, lembre-se de manter as consultas veterinárias periódicas, bem como procure o veterinário no surgimento dos sintomas que listamos.

O que pode causar cólica no cachorro?

São inúmeros os motivos que podem causar a dor abdominal aos cães. Na verdade, é preciso sempre ver a dor como uma consequência, um sinal. Ela demonstra que algo está errado, fora da conformidade.

Veja, então, os principais motivos da cólica no cachorro e, consequentemente, da dor:

  • Ingestão de alimentos impróprios para cães;
  • Mudança brusca de hábitos alimentares;
  • Alimentação de má qualidade;
  • Doenças inflamatórias ou infecciosas;
  • Presença de parasitas;
  • Excesso de gases;
  • Prisão de ventre, entre outros.

Por isso, os motivos são inúmeros, da mesma forma que os tratamentos e soluções o são. Abaixo, por fim, veja o que fazer para aliviar a cólica no cachorro e como ajudá-lo a se recuperar.

O que dar para aliviar a dor da cólica no cachorro?

Ver nossos companheiros de quatro patas em agonia também nos é agoniante. Por isso, é essencial saber o que fazer para aliviar a cólica no cachorro e para ajudá-lo a se recuperar de forma saudável.

Nesse caso, muitas pessoas recorrem ao uso de medicamentos para tratar a dor dos cães. Em algumas hipóteses, aliás, os tutores adotam até mesmo remédios que são de uso humano. Mas será que isso é seguro?

Pois bem. Assim como a medicação humana de forma livre e sem prescrição médica é prejudicial, fazer isso com seu cão também o é. Especialmente com o uso de medicamentos que sequer são próprios para o organismo deles.

Dessa forma, ao perceber a cólica no cachorro, entre em contato com o médico veterinário. Ele poderá analisar qual é a situação e se uma consulta imediata é necessária. Igualmente, ele prescreverá o que você deverá fazer.

Isso é importante porque dessa forma há consideração da raça e do porte do cão. Da mesma forma, de outras características pessoais dela que possam indicar ou contraindicar este ou aquele tratamento.

Assim, somente ministre medicamentos caso o veterinário indicar. Igualmente, na proporção que ele indicar e da forma como as orientações prescrevem. Tudo isso é ideal para que o seu cão se recupere bem.

Ainda, a cólica no cachorro faz com que eles busquem alguns “matinhos”. Isso ajuda-os na digestão e a melhorar o organismo. Por isso, deixe a disposição dele grama e outras plantinhas não-tóxicas que o veterinário indicar.

Cachorro chorando muito: o que fazer?

Um cachorro chorando muito requer atenção do tutor. Hoje, veja quais são as principais causas e como resolver a situação!

Você também pode gostar

content

Cursos de meditação gratuitos: comece a meditar!

Os cursos de meditação gratuitos são perfeitos para quem está buscando iniciar a prática hoje mesmo. Clique e veja mais aqui!

Continue lendo
content

Cachorro poodle toy: saiba tudo sobre essa raça!

O cachorro poodle toy é uma raça de cães populares no Brasil, com uma pelagem média e um rostinho encantador, tem várias cores! Saiba mais.

Continue lendo
content

Plano de saúde Dog Life: conheça e saiba quanto custa!

Confira o plano de saúde Dog Life e veja todos os benefícios que ele oferece para o seu pet, como consultas em domicílio, exames e vacinas!

Continue lendo