Gatos

Você conhece as “ilhas dos gatos” do Japão? Conheça Aoshima e Tashirojima

O Japão é um país que adora gatos. Eles gostam tanto desses animais, que em duas ilhas, há mais gato que gente! Conheça essas ilhas e, quem sabe, decida suas próximas férias!

por

Lucas Silva

Publicado em

Imagine o passeio: você desce de um barco de viagens curtas em um pequeno porto e de repente dezenas de gatos te cercam! Parece um sonho? Pois saiba que esse sonho é real!

Você imaginaria que o Japão, um dos países com a maior densidade populacional do mundo, é o país com duas ilhas-cidades com a maior densidade felina do mundo?

Duas ilhas no Japão têm mais gatos do que pessoas entre seus moradores (e há pelo menos mais 11, em que há tantos gatos quanto pessoas) !

São as ilhas de Aoshima e Tashirojima. São ilhas pequenas, mas, com uma população de gatos na casa da centenas. E a melhor parte é: são abertas à visitação do público!

E você sabe os motivos que fizeram essas ilhas tão cheias de gatos? Qual é a história delas? Vejamos.

ANÚNCIOS

Aoshima

O caso de Aoshima talvez seja mais conhecido.

Isso porque a ilha tem, segundo o jornal japonês Asashi Shimbum, apenas 6 moradores, para um pouco mais de 200 gatos, em um espaço de menos de 1 quilômetro.

E a tendência seria a população continuar crecsendo, mas 2018 o governo iniciou um programa de castração dos animais da ilha, devido a ausência de moradores (humanos), para cuidar dos felinos.

Como começou essa gataria, você deve estar se perguntando.

Bem, os registros mais antigos de pessoas em Aoshima apontam que a ilha era uma vila de pescadores. A população começou a aumentar durante a II Guerra, quando famílias buscavam a ilha para fugir das batalhas. Acredita-se que a ilha chegou a ter 900 moradores.

Com as pessoas vieram eles, os gatos. Não apenas como animais de companhia, mas pela sua função de caçadores de ratos, que aportavam dos barcos de pesca.

ANÚNCIOS

Sem predadores

Sem predadores naturais, os gatos foram se reproduzindo. Por outro lado, com o aumento da pesca industrial, a economia de Aoshima foi decaindo, e muitos habitantes foram embora.

Dessa forma, hoje, quem vai à Aoshima vai encontrar bandos e mais bandos de gatos. Notícias sobre a ilha, afirmam que os gatos são dóceis, principalmente, se você levar uns petiscos.

Mas, como falamos acima, o governo começou uma campanha em 2018 para esterilizar os animais, dado que apenas 6 pessoas moram na ilha. Assim, não haverá quem cuide dos gatos no futuro (mesmo com turistas visitando a ilha carregados de ração).

Para além dos gatos, Aoshima é uma ilha fantástica, porque seus prédios abandonados dão ao lugar uma aparência de cidade fantasma. Junte às construções vazias os felinos e seu olhar direto e você tem o cenário perfeito para um filme de sustos.

Uma ótima opção para as férias, hein?

Vai viajar sem os pets? E agora, deixar no hotelzinho ou com um pet sitter? Saiba mais, aqui!

Tashirojima

O caso de Tashirojima é um pouco mais antigo. E a origem dos gatos tem sua raiz em uma crença do folclore japonês.

Essa crença afirma que alimentar e cuidar de gatos dá sorte (nada que a gente já não soubesse).  Além disso, a ilha, de pouco mais de 3 quilômetros já era utilizada por produtores de seda desde meados do século XIX.

E daí é quem vem a importância dos gatos. Como você deve saber, a seda vem do casulo de uma lagarta. O problema que os criadores que lagartas vinham enfrentando era… Ratos!

Daí não precisa pensar muito mais, não é? Milhares de gatos foram sendo levados à ilha, para acabar com os ratos.

Aí, foi o mesmo caso de Aoshima: sem predadores naturais, e com humanos para cuidar deles, os gatos foram aumentando de número. Em 1950, cerca de 1000 pessoas moravam na ilha. Hoje, são apenas 80.

ANÚNCIOS

A ilha dos Gatos Divinos

Já o número de gatos, não há uma dimensão. Lá, eles são tão importantes, que a ilha, inclusive, comporta um “Santuário dos Gatos”, um local de oração dedicado exclusivamente aos felinos.

(Um fato curioso: no “estado” de Miyagi, região onde está a ilha, há mais 9 Santuários de Gatos, pelo menos)

Outra coisa que ajudou a consolidar a fama dos gatos, bem como sustentar as crenças na divindade dos felinos, é que em 2011, durante o Tsunami que arrasou parte do Japão, Tashirojima também foi atacada pelas ondas. Os gatos, porém, conseguiram se salvar.

A ilha também pode ser visitada pelos turistas. Para chegar lá, você precisa ir de barco, e, logo que chegar ao porto, prepare-se para ser abordado por milhares de gatinhos.

E mais uma coisa: Diferente de Aoshima, Tashirojima é uma ilha com algumas pousadas (com o prédio no formato de uma cabeça de gato) e restaurantes. Os poucos residentes atuais buscam resgatar o potencial turístico do lugar.

Outro passeio de férias ideal, não é mesmo?

Como ir?

Para ir à Aoshima, você precisa pegar um barco em Nagahama, cidade à 400 quilômetros de distância de Tóquio.

Por sua vez, para chegar em Tashirojima, você precisa pegar uma balsa na cidade de Ishnomaki (que fica, também, à 400 quilômetros de Tóquio).

E você, Já foi a alguma dessas ilhas? O que achou delas? Tem fotos? Conte para nós!

E, para não perder mais nenhuma postagem do Senhor Gato, assine nossa newsletter e fique por dentro do melhor conteúdo do mundo felino!

Escritor e professor. Escreve sobre literatura, poesia, animais, filmes, séries e demais coisas de cultura. Já publicou dois livros de poesia e logo publica mais um.

Gatos

10 gatos famosos da TV e do Cinema

por

Lucas Silva

Publicado em

| Atualizado em

Que os gatos são as estrelas da nossa casa, isso ninguém duvidava. O que pouca gente lembra é que na TV e no cinema, gatos também arrasam! E que aqui não estamos falando só do Tom e do Frajola, os “vilões” dos desenhos, ou do Garfield, o gato gordo, faminto e comilão mais famoso de todos.

Quem não lembra do Gato Félix? Ou do gato da Alice? Dos aristogatas? Sem falar naquele que é “coisa nossa”, o Mingau! Então, confira abaixo 10 gatos inesquecíveis da TV e do Cinema. Aposto que você não descobre quem é o número 1!

10. Gato Felix

Um dos gatos mais populares de todos os desenhos, o Gato Félix nasceu em 1919, pelas mãos de Otto Messmer e Pat Sullivan, e sua popularidade foi tão grande, que suas bilheterias equivaliam às de filmes com atores.

Conhecido por viver situações inusitadas e até surreais, uma das características de Félix é transformar sua cauda em todo o tipo de ferramenta, ou então, abrir sua bolsa amarela e de lá tirar todo o tipo de objeto para solucionar seus problemas.

Ainda sendo produzido, o Gato Félix tem uma legião de fãs, que a cada geração se transforma e renova.

09. Manda-Chuva

Manda-Chuva é um dos desenhos mais populares dos estúdios Hannah-Barbera, apesar de ter apenas 30 episódios.

O programa continua sendo reprisado em canais do mundo todo. Nele, vemos as histórias do gato amarelo e malandro, do título e sua gangue, em meio a planos mirabolantes para ganharem dinheiro fácil, enquanto driblam a vigilância do Guarda Belo.

O protagonista, dublado por Lima Duarte, tinha como escudeiros, Xuxu, Bacana, Espeto, Gênio e o adorável Batatinha, quase tão popular quanto a personagem principal.

08. Os aristogatas

Um dos mais populares filmes da Disney, teria sido o último a receber aval direto do próprio Walt Disney (que morreu em 1966).

O filme, lançado apenas em 1970, conta a história da gata francesa Duquesa e seus filhotes, Berlioz, Toulouse e a muito conhecida Marie (ainda hoje, estrela principal em milhares de produtos infantis da Disney), que, sendo sequestrados e jogados num rio pelo invejoso mordomo Edgar, precisam voltar para casa. Para isso, os quatro contam com a ajuda do boêmio gato Thomas O’Malley, que vai guiando o grupo por Paris dos anos 20.

Com uma trilha sonora repleta de jazz, o filme tem algumas das mais populares canções da Disney, como aquela que diz “Todo mundo quer a vida que um gato tem”.

07. Mingau

O mais popular gatinho dos desenhos brasileiros, o gato da personagem Magali conquista leitores e fãs dos desenhos da Turma da Mônica desde 1989.

Um perfeito gato caseiro, Mingau gosta de passear pela rua, mas não recusa o colo de sua dona, e os mimos que a menina lhe oferece. Às vezes, se metendo em confusões (como fazer xixi onde não deve, arranjar briga com outros gatos), mas o fato é: a Turma da Mônica não é completa sem ele!

É um bichano tão querido entre os leitores que até na Turma Mônica Jovem e no filme da Turma da Mônica com atores ele aprece. Uma estrela do Brasil!

Adotou um gato e não sabe que nome dar a ele? Confira aqui algumas sugestões superdivertidas e originais!

06. Gato de Cheshire

O famoso “Gato da Alice”, tem algumas versões, incluindo a da Disney, de 1951, onde seu pelo é cor-de-rosa e seu temperamento é meio de bobalhão, e a de 2010, de Tim Burton, onde o gato é misterioso e um pouco sarcástico.

O gato, personagem do livro de Lewis Carroll, teria sido inspirado em diversas pessoas, como pastores e acadêmicos, e sua inspiração enquanto criatura, teria vindo de pinturas medievais mostrando um gato sorridente, que Carroll, pesquisador de obras antigas, teria descoberto.

05. Fígaro

Gato que apareceu pela primeira vez no filme Pinochio da Disney, em 1940, e depois em vários desenhos, contracenando com a Minnie, o Pluto outras personagens.

Fígaro é um adorável e insistente filhote branco e preto que, no longa do menino de madeira, vive uma relação de tapas e beijos com a peixinho dourada Cléo. Nos episódios com Minnie, Fígaro continua curioso e teimoso, por isso mesmo, superfofo. Um astro da Disney!

04. Lúcifer

Gato do filme Cinderela de 1950, como o próprio nome diz, é um gato mal. O que ele pode fazer para arruinar os planos de Cinderela ou de seus amigos, ele faz. Parte das cenas em que Lúcifer aparece, vemos os ratinhos Jaq e Tata fugindo dele.

O único que pode com ele, no reino animal, é o cachorro Bruno. Mesmo assim, suas maldades são marcadas por seu comportamento desajeitado e atrapalhado.

Assim, ao invés de ficarmos bravos com ele (ok, nós ficamos um pouco), nós rimos. No fundo, Lúcifer é um gato fofucho, e a gente sabe disso.

Marina Ruy Barbosa, Ernest Hemingway, Winston Churchil: conheça alguns do mais famosos fãs de gatos do mundo!

03. Gato

O gato sem nome de Bonequinha de Luxo, clássico de 1961 do cinema americano estrelado por Audrey Hepburn (como a socialite Holly). ATENÇÃO PARA O SPOILER: a parte boa é no fim do filme Holly adota o gato e descobre o amor. Um símbolo tão pequeno quanto um gato, mas tão especial para nós, que entendemos o que ter um gato (e dar um nome para ele) significa!

O que pouca gente sabe é que o gato do filme foi uma das maiores celebridades animais de Hollywood. Isso porque Orangey (“Laranjinha”) era extremamente requisitado para todo tipo de série e filme gravado naqueles estúdios.

Quando o filme foi lançado, Orangey já tinha – acredite – 10 anos de carreira, no cinema e na TV, incluindo um papel de protagonista, no filme Rhubarb de 1951, onde um gato herda a presidência de um time de baseball de seu dono excêntrico.

Quando morreu, provavelmente, em 1967, Orangey foi enterrado no Forest Lawn Memorial Park, um cemitério onde estão vários artistas e profissionais do cinema.

Um verdadeiro astro!

02. Salém

O gato preto e sarcástico da bruxa adolescente Sabrina (estrelada por Melissa Joan Hart) fez a graça de muita gente que acompanhou a série ao longo de suas 7 temporadas, entre 96 e 2003, e nos anos seguintes, nas incontáveis reprises. No enredo, Salém é um bruxo que foi amaldiçoado a viver como gato, depois de ter arranjado confusões com uma feiticeira-mor.

Por isso, nós vemos um gato, mas o que ele fala são observações ácidas e irônicas sobre a vida, e as questões que Sabrina vive no seu dia-a-dia, na escola, com amigos etc.

Fato triste: na nova versão da série o Salém não fala!

01. Snowball

Snowball I

O gato da família amarela mais conhecida da TV, na verdade não foi só 1, mas vários. Bola-de-neve (em inglês, Snowball) foi o nome de 4 gatas, dos Simpsons em um total de 5. A primeira Snowball tinha o pelo branco, o que lhe deveu o nome, mas morreu logo na segunda temporada do desenho.

Snowball III

Já segunda Snowball tinha o pelo preto, e viveu por mais tempo, até a 15ª temporada quando ela sofre um acidente e morre, sendo substituída, no mesmo episódio, por Snowball III, que logo morre.

Então Snowball III é substituída pelo gato Coltrane (em homenagem ao saxofonista Joe Coltrane), que morre também antes do fim do episódio. Por fim, Lisa recebe de presente Snowball V, que é exatamente igual a Snowball II.

Snowball II (ou V?)

Isso motiva a menina a rebatizar a 5ª gatinha como Snowball II.

Atualmente, essa última, a gata que vemos até hoje, com muito mais sorte que suas antecessoras, porque escapa sempre das piores situações.


E aí, o que você achou da nossa lista? Sentiu falta de algum gato famoso da TV ou cinema? Escreva para nós nos comentários!

E para não perder mais nehuma postagem do Senhor Gato, se inscreva na nossa News letter e saiba tudo sobre gatos e outros animais interessantes! 

Continuar Lendo

Em Alta