Cachorro

Shih Tzu: saiba tudo sobre essa raça de cachorro!

O cão da raça shih tzu se tornou muito popular no Brasil em razão da sua fofura e fácil adaptação a diferentes ambientes. Conheça mais sobre!

Anúncios

Descubra tudo sobre a raça Shih Tzu 

Shih Tzu
Shih Tzu

O shih tzu se tornou uma verdadeira febre no Brasil nos últimos anos. Afinal, ele veio para se apresentar como um cão de pequeno porte, perfeito para diversos ambientes!

Esse cão, assim como o lhasa apso, tem origem tibetana. Não por acaso, aliás, há constante confusão entre os cães dessas duas raças. Ambos são pequenos, possuem, pelagem e rosto parecido, mas é possível distingui-los.

Abaixo, conheça mais sobre o cão da raça shih tzu e apaixone-se também por essa raça que já conquistou o Brasil. Agora, chegou a sua vez!

Border collie: saiba tudo sobre essa raça!

Você sonha em ter um border collie? Então conheça hoje tudo sobre essa raça e veja como cuidar desses cães da melhor forma!

Anúncios

Qual é o cachorro Shi Tzu?

O shih tzu é um cão de pequeno porte com grandes e escuros olhos. Além disso, ele tem uma pelagem bastante exuberante que cresce em todas as direções. Ele possui o focinho achatado, o que se deve à síndrome braquicefálica.

Com isso, pode apresentar dificuldade de respiração. Ela aumenta em casos de exercícios físicos intensos, que são contraindicados para a raça. Igualmente, em dias de muito frio ou muito calor. Ainda quanto ao focinho, ele é preto na vida adulta, apesar de nascer rosáceo.

Os cães dessa raça também tem pelos compridos por todo o corpo, o que pode ou não ser mantido pelo tutor. Apesar de lindos, eles são bastante difíceis de manter bonitos e viçosos. Apesar de geralmente serem bicolores e terem as cores branca e castanho, eles também apresentam cores mel, preto, branco, creme e outros.

Como dito anteriormente, é comum que haja a confusão entre cães dessa raça e o Lhasa Apso. Apesar de serem provenientes da mesma região e serem realmente muito semelhantes, é possível diferenciá-lo.

Por exemplo, o pelo do shih tzu é mais macio e mais fino do que a pelagem do lhasa apso. Além disso, os olhos do primeiro costumam ser maiores, enquanto o focinho dos segundos é mais largo. Portanto, é possível diferenciá-los nos pequenos detalhes.

Como é a personalidade do Shih Tzu?

Shih Tzu
Shih Tzu

Embora o nome da raça signifique “pequeno leão” de feroz o shih tzu não tem nada. Ele é bastante amoroso e gosta muito dos seus tutores humanos, perto dos quais adora ficar. Igualmente, se dão muito bem com outros animais, tanto com cães quanto com gatos.

Por isso, quem já tem pets em casa pode ter certeza de que o seu shih tzu vai se adaptar e brincar com eles. Além disso, ele é um cão sociável que não tem problemas com a presença de outros humanos.

Ainda, eles costumam se apresentar como cães comportados e que aceitam treinamento. Esse, contudo, requer uma certa dose de paciência e repetições. Apesar de inteligentes e com uma ótima capacidade cognitiva, os cães da raça tendem a se distrair e serem avessos aos ensinamentos. Porém, com o tempo eles os pegam tranquilamente.

Anúncios

Qual a diferença entre Shih Tzu e Shih Tzu mini?

A moda dos cães cada vez menores é algo que parece ter vindo para ficar. Por isso, não raro aparecem pessoas em busca de um tipo especial de cão dessa raça, o shih tzu mini. Mas qual é a diferença? Ela se limita ao tamanho dos pets?

Pois bem, antes de mais nada, é preciso que fique muito claro que não existe um subtipo mini na raça. Isto é, não existe shih tzu mini, zero ou anão. Os que são comercializados assim ou fazem parte de um golpe ou, então, de intervenções perigosas aos animais.

A busca por animais cada vez menores levou os pesquisadores e criadores a buscarem formas de apresentarem cães menores. Contudo, nenhuma organização nacional ou internacional de cães reconhece a existência de tipos de menor estatura.

Aliás, saiba que fomentar a indústria de cães cada vez mais minúsculos é extremamente perigoso. Primeiramente, porque ela pode levar à extinção de algumas raças. Em segundo lugar, porque os cães menores não necessariamente são miniaturas perfeitas dos cães maiores.

O que ocorre é que a limitação do tamanho dos cães afeta sua respiração, capacidade cardíaca e outras funcionalidades do organismo. Isso sem falar na fragilização ainda maior do seu corpo, que fica em risco de fraturas e outros tipos de perigos.

Dessa forma, saiba: não existe shih tzu mini. Caso você se depare com um à venda, saiba que essa venda não respeita diretrizes de órgãos de proteção e reconhecimento animal. Da mesma forma, ela fomenta a indústria de intervenção humana – não necessariamente positiva, pelo contrário – sobre os animais.

Quanto custa um cachorro da raça Shih Tzu?

Shih Tzu
Shih Tzu

Geralmente é possível encontrar filhotes machos de cães dessa raça por R$ 550. Já as filhotes fêmeas partem de R$ 950. Essa diferença se dá em razão da possível procriação que a fêmea permitirá, o que leva os criadores a cobrarem mais caro.

Contudo, saiba que o valor de um filhote de shih tzu pode chegar a R$ 2 mil reais. Antes de qualquer compra, lembre-se de pesquisar sobre a idoneidade do criadouro, sobre a forma como trata os animais e se ele está de acordo com a lei e com os bons tratos animais.

Qual tamanho chega essa raça?

O shih tzu é um cão de pequeno porte. Por isso, ele é leve e pequeno, pensando, em média, 4 a 7,2 kg. Já a altura costuma chegar a 28 centímetros.

Como criar um Shih Tzu?

Por fim, veja algumas dicas para criar um cão dessa raça garantindo todos os cuidados que ele requer! Confira:

  • Escovação diária de pelos: é essencial que se escove com frequência os pelos desse cão, especialmente se forem mantidos longos;
  • Espaço: o shih tzu não necessita de um amplo espaço, podendo tranquilamente viver em apartamentos pequenos;
  • Exercícios: jamais devem ser de alta intensidade. Pequenas caminhadas de baixa intensidade são o suficiente para esse cãozinho, que não é muito ativo (apesar de necessitar de atividades).

Pinscher 0: saiba tudo sobre essa raça de cachorro

Conhece a raça de cachorro Pinscher 0? Pois veja tudo sobre ela, hoje, em detalhes, e entenda porque esse é o cão de pequeno porte favorito do Brasil!

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

content

Os 10 animais brasileiros ameaçados de extinção: saiba quais são e os proteja!

Com a destruição do habitat do nosso ambientes, temos uma seleção de animais brasileiros ameaçados de extinção. Confira quais são eles aqui!

Continue lendo
content

Curso de maquiagem Talita Mourão: conheça o curso online!

Conheça o Curso de maquiagem Talita Mourão e descubra como ele funciona, além de seus benefícios, como certificado de conclusão. Saiba mais!

Continue lendo
content

Curso de maquiagem Unova: conheça o curso online!

O curso de maquiagem Unova traz dicas e técnicas de maquiagem para iniciantes e intermediários. Confira mais detalhes sobre ele aqui!

Continue lendo

Beleza

Alongamento de cabelo faz mal? Tudo o que precisa saber!

O alongamento de cabelo faz mal aos seus fios naturais e ao couro cabeludo? Descubra hoje se ele pode ou não afetar a saúde e qual é o melhor!

Descubra se o alongamento de cabelo faz algum mal

Alguns mitos indicam que o alongamento de cabelo faz mal. Mas seriam eles realmente mitos ou correspondem à verdade? Hoje, veja a resposta para essa pergunta.

Muitas mulheres sonham em ter longos cabelos. Afinal, com eles é possível realizar cortes de cabelo diferentes ou penteados. Ainda, quem nunca quis volume e uma cabeleira para exibir por aí? Contudo, nem sempre é possível alcançar isso naturalmente.

E isso ocorre seja pela falta de paciência com o crescimento capilar ou pelo enfraquecimento dos fios. Portanto, o alongamento de cabelo se apresenta como uma alternativa às mulheres que querem ter longas madeixas.

Mas será que o alongamento de cabelo faz mal? É possível utilizá-lo de modo saudável? Qual é o menos agressivo? Confira hoje as respostas para essas e outras perguntas. Assim, veja se é possível conquistar os cabelos longos dos sonhos sem perigos com os fios naturais.

Colocar alongamento de cabelo pode fazer mal?

Essa é uma resposta que não aceita uma resposta simples como “sim” ou “não”. Em verdade, a resposta correta ao questionamento se alongamento de cabelo faz mal é “depende”. E o que justifica isso é o que veremos agora.

Quando o alongamento de cabelos não é feito com os devidos cuidados, ele pode gerar danos. Estes, então, referem-se ao couro cabeludo, onde podem causar inflamações. Igualmente, aos fios naturais, que podem cair e causar calvície.

Por isso, o alongamento de cabelo pode fazer mal. Mas isso não significa que ele realmente o fará. Dessa forma, é preciso cautela antes de contratar a técnica. Especialmente em relação ao tipo de uso e ao profissional que irá aplicar o alongamento de fios.

Com os cuidados corretos, contudo, é possível ter o alongamento de forma sadia. Assim, se você sonha com longos cabelos, é preciso conhecer melhor as técnicas. Igualmente, as desvantagens que podem acompanhar a colocação de fios.

Portanto, continue sua leitura para ver ainda mais informações sobre as técnicas que aumentam os cabelos. Com isso, você pode entender se essa é ou não uma solução para você. Da mesma maneira, precaver-se contra qualquer tipo de risco que ela possa acompanhar.

Dicas para cabelos cacheados

Seus cachos merecem cuidados especiais. Por isso, hoje trouxemos dicas para cabelos cacheados. Com elas seus cabelos ficam ainda mais lindos!

Qual a desvantagem do alongamento de cabelo?

Para saber se o alongamento de cabelo faz mal, precisamos conhecer quais são suas desvantagens. Elas se referem principalmente ao peso que os apliques de fios, naturais ou sintéticos, fazem sobre os naturais. Aliás, não apenas sobre os fios naturais, mas principalmente sobre a raiz deles e sobre o couro cabeludo.

Conforme a técnica de colocação, a raiz dos cabelos pode causar pressão, o que causa dores no couro cabeludo. E em algumas das técnicas isso é natural ao menos nos 03 primeiros dias após a aplicação.

Contudo, em alguns casos essa dor pode se estender por mais tempo. E não só isso! Pode causar uma inflamação irreversível no couro cabeludo! Afinal, imagine que há peso sobre a raiz e os cabelos e isso afeta a circulação ali, além de causar dor.

Tudo isso, então, gera riscos de quedas de cabelos. E, segundo os especialistas, quando o fio natural se perde dessa maneira ele não volta a crescer. Isto é, há o desenvolvimento de calvície, que pode atingir várias regiões do crânio.

Por isso, o alongamento de cabelo faz mal em algumas situações. Nelas, geralmente, não há o devido cuidado da técnica, da aplicação dos materiais e do estudo dos fios da cliente. Por exemplo, considere que fios mais frágeis e quebradiços não devem usar as técnicas.

O megahair ou alongamento, afinal, foi feito para cabelos saudáveis. Em caso contrário o fio natural não tem sequer condições de suportar o peso e a força que a aplicação exerce sobre ele. 

De modo geral, são os riscos do alongamento de cabelo fazer mal:

  • Queda de cabelo;
  • Calvície precoce;
  • Inflamações no couro cabeludo;
  • Dor e machucados.

E como evitar isso?

Para tanto, siga esses cuidados:

  • Escolha uma profissional experiente e com boa fama no mercado;
  • Conheça os tipos de alongamentos;
  • Somente procure a técnica quando seus fios estiverem fortes e saudáveis;
  • Siga todas as instruções pós-aplicação;
  • Faça as manutenções corretamente;
  • Opte pela técnica apenas quando realmente necessário, como em épocas de eventos especiais;
  • Consulte um médico dermatologista para analisar seu couro cabeludo e fios antes de aplicar a técnica.

Qual tipo de alongamento de cabelo danifica menos?

Em verdade, todos os tipos de alongamentos podem causar danos aos cabelos naturais e ao couro cabeludo. Entretanto, alguns podem ser mais ou menos agressivos. 

Por exemplo, o “nó italiano” costuma causar mais dor do que as outras técnicas. E, com isso, maiores riscos de inflamação do couro cabeludo. Por outro lado, mesmo que as demais técnicas apresentem riscos, é possível evitá-los com cuidados corretos. Abaixo, conheça as principais modalidades.

Alongamento de cabelos com tic tac

Esse é o método de alongamento de cabelo que faz menos mal. Mas, também, é o menos versátil. Afinal, ele nada mais é do que tufos de cabelos naturais que são colocados manualmente junto aos fios naturais.

Entretanto, nesse caso os fios não grudam no couro cabeludo. Eles apenas são presos com presilhas que não agridem seus fios. Assim, ao final da noite ou do evento basta retirá-los, em casa. 

Nesse caso os fios do alongamento de cabelo são presos aos naturais com um anel de metal. Ele é pequeno, não enferruja e é menos agressivo do que o nó italiano. A colocação e retirada são feitas no salão, com profissional especializado.

Cola de queratina

Os fios do mega hair são colados junto aos naturais com uma cola de queratina. Assim, a técnica é feita nos salão onde também se retiram os fios adicionais. Embora haja risco de queda do mega hair, é possível evitar com os cuidados necessários.

Great Lengths

Outra técnica de alongamento de cabelo que também usa cola. Nesse caso ela é à base de queratina e proteínas. Os fios adicionais são colocados a 1,5 cm da raiz dos fios naturais, sendo menos agressiva.

Alongamento de unhas faz mal?

O alongamento de unhas faz mal caso não se apliquem os cuidados necessários. Veja, abaixo, como evitar problemas com a técnica!

Você também pode gostar

content

Aves exóticas domésticas: saiba espécies e como cuidar!

As aves exóticas domésticas podem ser criadas em um ambiente propício para manter sua saúde em dia. Veja mais sobre elas a seguir.

Continue lendo
content

Banho em gatos: quais os produtos ?

Quais são os melhores produtos para banho em gatos? E para a pelagem? Veja aqui e tire todas as dúvidas para deixar seu gato limpo!

Continue lendo
content

Smokey eyes: aprenda como fazer a técnica passo a passo!

Se quer aprender a técnica do Smokey Eyes, o famoso olho esfumado, você só precisa misturar bem as sombras seja com pincel ou dedo. Confira!

Continue lendo