Animais

Os animais mais antigos da Terra: conheça os seres vivos mais velhos que o homem

Por

Priscila B. 

| Publicado em

Que o ser humano é um ser vivo bastante novo aqui na Terra comparado a outros seres vivos, isto nós sabemos! Mas no que diz respeito aos bichos, quais seriam os animais mais antigos da Terra, que estão antes que nós? É isto que vamos descobrir!

Se analisarmos a vida como um todo e repararmos os animais mais antigos da Terra, notaremos o quão novos somos diante de tudo.

Afinal, o humano, isto é, o Homo sapiens surgiu há cerca de 350 mil anos, o que representa nada perante outras espécies de seres vivos.

Se analisarmos a vida como um todo e repararmos os animais mais antigos da Terra, notaremos o quão novos somos diante de tudo.

Falaremos mais a respeito, mas, só para ter ideia, a tartaruga marinha existe há cerca de 150 milhões de anos.

Conseguiu perceber a nossa jovialidade perante estes animais?!

Pois é! E é justamente sobre isto o nosso texto. Inspirado na lista da Super Interessante, falaremos mais a respeito dos animais mais antigos da Terra. Depois de lê-lo, você, com certeza, vai começar a respeitar mais estes bichanos!

ANÚNCIOS

10. Tartaruga marinha

Provavelmente, se alguém lhe perguntasse quais são os animais mais antigos do mundo, você apostaria na tartaruga.

Caso esta afirmação esteja correta, saiba de uma coisa: você acertaria na sua resposta!

Dentre os bichos listados no nosso texto sobre os animais mais antigos da Terra, a tartaruga marinha é o mais “novinho” de todos eles.

Dentre os bichos listados no nosso texto, a tartaruga marinha é o mais “novinho” de todos eles. Isto porque sua espécie tem cerca de 150 milhões de anos, o que representa praticamente 4x menos do que o animal mais antigo do mundo.

Se, conforme a introdução, nós somos jovens perante as tartarugas, o que dirá quando nos compararmos com o número 1 da lista, hein?

ANÚNCIOS

09. Tubarão-cobra

“Nascidos” na mesma época em que a tartaruga marinha, pois ambos existem há 150 milhões de anos, o tubarão-cobra, também chamado de tubarão-enguia, é uma das criaturas mais antigas já encontradas vivas nos dias de hoje.

Com 150 milhões de anos, o tubarão-cobra, também chamado de tubarão-enguia, é uma das criaturas mais antigas já encontradas vivas nos dias de hoje.

O tubarão-cobra, que era considerado extinto até pouco tempo atrás, tem cerca de dois metros de comprimento e habita águas em profundidades que vão desde 600 a 11000 metros.

Um fato curioso é que ele foi recentemente capturado na costa algarvia, região litorânea e bastante turística de Portugal.

Nem precisamos falar que este momento causou alvoroço na terra lusitana, né?

ANÚNCIOS

08. Ornitorrinco

Com certeza, dentre todos os animais mais antigos da Terra, o ornitorrinco é um dos que mais chama atenção.

Afinal, este mamífero semiaquático natural da Austrália e Tasmânia é provavelmente um dos bichos mais diferentes que habitam o nosso planeta.

Com certeza, dentre todos os animais mais antigos da Terra, o ornitorrinco é um dos que mais chama atenção.

Apesar de sua aparência exótica que envolve o seu bico de pato e do corpo peludo, o ornitorrinco é, como você pode prever, um dos animais mais antigos da Terra, existindo há cerca de 180 milhões de anos.

Ou seja, você pode até achar graça do bicho, mas lembre-se do que sua mãe dizia: respeito aos mais velhos!

07. Equidna

Assim como o ornitorrinco, a equidna, o sétimo animal da nossa lista dos mais antigos do mundo, também está na Terra há cerca de 180 milhões de anos.

No entanto, suas semelhanças com o ornitorrinco não param por aqui!

Assim como o ornitorrinco, a equidna, o sétimo animal da nossa lista dos mais antigos do mundo, também está na Terra há cerca de 180 milhões de anos.

Os dois animais são monotremados, isto é, mamíferos que botam ovos. Mas o que você não sabia é que são só estas duas espécies e somente elas que possuem tal característica.

Não há, portanto, nenhum outro bicho no mundo considerado monotremado!

Agora fica a pergunta: seria apenas coincidência que tanto a equidna como o ornitorrinco estão na nossa lista dos animais mais antigos da Terra? Improvável, não concorda?!

ANÚNCIOS

06. Crocodilo marinho

Pois é! Você talvez não imaginaria isto, mas o crocodilo marinho é também um dos animais mais antigos do mundo.

Para se ter ideia, ele vive entre nós (ou bem antes de nós, para sermos mais justos) há 250 milhões de anos. Ou seja, sua espécie tem história para contar!

Você talvez não imaginaria isto, mas o crocodilo marinho é também um dos animais mais antigos do mundo.

Aos desavisados, o crocodilo-marinho é o maior réptil existente da atualidade e, como deve imaginar, é extremamente perigoso para o homem.

Isto porque, com seus 64 a 68 dentes aguçados, este animal é capaz de esmagar numa única dentada o crânio de um bovídeo adulto.

Então, o que seria de nós, jovens mortais? Sendo assim, melhor torcer para nunca ter o desprazer de topar com um crocodilo desse na sua vida.

05. Triops

No nosso top 5 dos animais mais antigos da Terra, temos o triops, que existem há cerca de 300 milhões de anos.

Considerado um gênero de pequenos crustáceos da ordem Notostraca (camarão girino), este animal de apenas 11cm é hermafrodita e androdioico, isto é, pode se autofertilizar.

No nosso top 5 dos animais mais antigos da Terra, temos o triops, que existem há cerca de 300 milhões de anos.

O fato interessante é que, sozinho, um triops é capaz de recriar toda a população de sua espécie, o que explicaria o porquê está no mundo há tanto tempo.

Aliás, com esta característica genética, uma coisa é fato: este animal jamais estaria na nossa lista dos mais raros do mundo!

ANÚNCIOS

04. Lampreia

A lampreia é o nome popular dado a um grupo de peixe em formato de enguias que vive em águas tépidas (mornas) no mundo todo, exceto na África.

Com 360 milhões de anos, o que mais chama atenção neste animal não é a sua existência milenar, mas sim sua aparência bizarra e incomum.

A lampreia é um peixe comprido semelhante à enguia que vive em águas tépidas (mornas) no mundo todo, exceto na África.

Como pode notar na foto acima, a característica mais marcante da lampreia é a ausência de mandíbulas.

Em contrapartida, há, no seu lugar, uma abertura com um diâmetro similar ao do corpo e a sua boca é contornada por um espécie de cartilagem.

O mais curioso de tudo isto é que, mesmo sendo um animal considerado feio e estranho, a lampreia é muito consumida ao redor do mundo.

E aí, você encararia?

03. Celacanto

Os celacantos são “peixes” ósseos com nadadeiras lobadas e que podem até pesar até 80 quilos com seus 180 cm de comprimento.

Considerados o “elo perdido” entre os peixes e os tetrápodes, por serem os parentes mais próximos da primeira criatura a andar sobre a terra, eles possuem quatro barbatanas com articulações que se movem como os membros vertebrados terrestres.

Os celacantos são “peixes” ósseos com nadadeiras lobadas e que podem até pesar até 80 quilos com seus 180 cm de comprimento.

No mundo há 400 milhões de anos, acreditava-se que a subclasse de celacantos, a Actinistia, estava extinta há 65 milhões de anos, até que, m 23 de dezembro de 1938, um espécime vivo foi encontrado.

Até então, já se conheciam cerca de 120 espécies de celacantiformes (Coelacanthiformes), os quais se encontravam extintos desde o período Cretáceo.

ANÚNCIOS

02. Caranguejo-ferradura

Com mais de 445 milhões de anos, o segundo da lista dos mais antigos da Terra é o caranguejo-ferradura.

Mas não se engane com o seu nome!

Ainda que seja nomeado como caranguejo, este animal está mais para os aracnídeos, como aranha e escorpião.

Com mais de 445 milhões de anos, o segundo da lista dos mais antigos da Terra é o caranguejo-ferradura.

Para o seu conhecimento, este animal é valiosíssimo para a medicina.

Isto porque o seu sangue azul tem propriedades medicinais e é usado para testar equipamentos médicos e vacinas, ajudando, portanto, no tratamento de doentes. Fato interessante, não?

01. Náutilo

O número 1 dos animais mais antigos da Terra é o náutilo.

Existente há 550 milhões de anos, trata-se de um molusco, como os caracóis e os mexilhões, sendo um parente próximo dos polvos, das lulas e das sibas.

O número 1 dos animais mais antigos da Terra é o náutilo.

Falando deste jeito, você pode até achar que não o conhece, mas, na verdade, conhece sim!

Esta criatura de apenas 27 cm mora num casulo muito conhecido por você: a madreperóla.

Sim, é daqui que vem este material tão presente nos acessórios e joias femininas.

Com o náutilo, encerramos, então, a nossa lista dos animais mais antigos da Terra.

Depois deste texto, é fato consumado que os humanos são seres muito recentes neste mundão, não é mesmo?

Animais

Como Fazer o seu Gato Parar de Arranhar os Móveis

Por

Senhor Gato 

| Publicado em

Arranhar faz parte da natureza felina, mas é possível estimular os instintos do seu gato e salvar os seus móveis ao mesmo tempo.

Uma das maiores reclamações de quem tem gatos está relacionada ao hábito que os felinos tem de arranhar o que estiver pela frente. Enquanto nós, seres humanos, sentimos que nossos gatos devem secretamente nos odiar (por que mais eles estragariam nosso novo sofá caro?!), eles estão apenas seguindo seus instintos naturais quando resolvem fazer uma pequena redecoração com suas unhas.

Por que os gatos arranham as coisas?

Apesar de ser frustrante para os donos, é essencial que a ação não seja reprimida. Arranhar é uma atitude normal e instintiva que ajuda seu gato a fortalecer os músculos das patas e, ao mesmo tempo, acelera o derramamento das camadas externas das unhas. É a versão felina de ir ao salão de beleza.

Gatos arranham para demarcar território

Seu gato deixa sua marca nos lugares que ele mais gosta usando glândulas olfativas presentes em suas patas. Além disso, é uma maneira de deixar sinais visuais de que ele passou por ali, como forma instintiva de comunicar a outros gatos de que o território é dele.

Você nunca conseguirá impedir seu gato de arranhar, por isso é importante que você aprenda a redirecionar esses impulsos para lugares mais apropriados.

O Que Fazer?

Invista em sofás que sejam feitos de tecidos menos atraentes para os gatos e que são difíceis de desfiar. Se você não quiser comprar um sofá novo, existem capas protetoras plásticas que podem ajudar. Até mesmo um lençol que você não usa pode ser útil. Use fita adesiva dupla nos móveis, os gatos não gostam da sensação que ela proporciona. Também existem sprays para espirrar na mobília. Eles repelem os gatos por conta do aroma cítrico.

Apare suas unhas

Se assegure de que as unhas do seu gato estejam bem aparadas. Para isso, é necessário o uso de um alicate especifico. Você pode levar seu gato em um pet shop ou aprender a fazer em casa. Se você nunca aparou as unhas de um gato antes, pergunte ao seu veterinário, pois gatos tem um vaso de sangue que passa pelas unhas e por isso é necessário saber onde cortar. Você também pode utilizar protetores de unha. Essas capinhas duram cerca de seis semanas e estão disponíveis em várias cores.

Invista em arranhadores

Disponibilize vários tipos de arranhadores para seu gato. Eles são um ótimo investimento, já que servem exatamente para esse propósito. Na hora de comprar um arranhador, observe como seu gato gosta de usar suas unhas para escolher o estilo certo. Se seu gato gosta de arranhar tapetes, considere comprar um arranhador horizontal, por exemplo. Se ele gosta de arranhar sofás, um poste vertical é a melhor opção. Procure um arranhador que seja do tamanho do seu gato quando ele estiver em pé. Certifique-se de que o objeto é firme, mas não muito pesado ou grande demais caso ele caia. O local que você decidir colocar o arranhador também é importante. Procure colocar arranhadores perto dos lugares preferidos do seu gato. Por exemplo, se seu gato gosta de arranhar o sofá e as cadeiras, coloque arranhadores do lado ou perto deles. Hoje em dia existem muitas opções que não vão prejudicar a decoração da sua casa.

Para incentivar seu gato a usar os arranhadores, esfregue a erva catnip neles. Sempre que seu gato escolher o arranhador ao invés de seu sofá, elogie. Com o tempo, ele vai começar a associar o arranhador como algo bom. Se você encontrar o seu gato arranhando lugares proibidos, bata palmas ou jogue um brinquedo macio para ele perseguir, para que ele se distraia. Evite demonstrar que está bravo, pois seu gato não irá entender e isso pode gerar ansiedade. Seja paciente e consistente, e quando você menos esperar seu sofá estará a salvo.

Continuar Lendo

Em Alta