Gatos

Como educar seu gato? Veja 5 truques para te ajudar!

Muitos tutores de felinos têm dúvidas sobre como educar seu gato. Porém, existem truques para ajudar no sucesso dessa empreitada. Confira alguns!

Anúncios

Saiba tudo sobre como educar seu gato corretamente

Como educar seu gato
Como educar seu gato

Gatos são, muitas vezes, temperamentais e independentes. Porém, há como educar seu gato sem traumas e sem que isso demore uma eternidade. 

É claro que a paciência é indispensável. Contudo, os felinos se desenvolvem de maneira muito rápida. Do mesmo modo, tendem a aprender de forma veloz. Assim, com alguns truques você pode ensiná-lo bons comportamentos.

Muitas vezes o gato pode estar com comportamentos ruins em razão de estresse ou medo. Igualmente, por estar se adaptando em um novo local. Outra possibilidade, bem natural, diz respeito à tenra idade.

Existem soluções para todas essas ocasiões. Também, para os inúmeros comportamentos negativos que podem surgir nelas. Seja em relação à higiene e uso da caixa de areia ou ao ataque aos móveis, tudo tem jeito.

Para ver as soluções para o comportamento do seu gato, continue lendo. Abaixo, você encontra diversas dicas efetivas para cuidar do seu gatinho ao mesmo tempo em que o disciplina. Assim, a convivência pode ser harmoniosa e divertida.

Anúncios

Como educar um gato da melhor forma?

A melhor forma de educar um felino é, com certeza, à base da paciência, cuidados e muito carinho. Isso não significa, contudo, que você não deva ser firme. Isso é essencial para que o seu gato entenda que você não está brincando e que o comportamento não é bem-vindo.

Contudo, jamais recorra à violência. Isso tende a afastar o bichano de você. Conquistar a confiança de um gato é um passo muito importante para educá-lo. E, também, para o bem-estar da relação de vocês, é claro.

Como educar um gato para não repetir comportamentos nocivos

Educação felina
Educação felina

Existem alguns cuidados que são essenciais para ensinar o seu gato. A disciplina dele requer atenção em certos pontos. Por exemplo, você deve demonstrar para ele quando algo não é legal. Para isso, não use seu tom de voz normal. Deixe-o mais ríspido.

Ainda, lembre-se de sempre dizer “não” ao flagrá-lo fazendo alguma dessas ações indesejadas. Aqui, uma ressalva muito importante: O seu gato somente irá aprender caso a repreensão ocorra no momento do ato negativo.

Ou seja, de nada adianta você repreendê-lo após o ato. Ele não saberá sobre o que você se refere. Igualmente, não saberá o que não deve fazer. Por isso, caso o seu gato somente apronte quando você estiver longe, isso poderá ser um obstáculo.

Nesse caso, simule um período fora. Por exemplo, fique por um tempo em um cômodo, com a porta fechada. Assim, surpreenda seu felino quando ele estiver dando aquela deslizada. Ao fazê-lo, recorra ao “não” em tom firme. Se preciso, empurre-o de leve. Com isso, ele compreende que aquele comportamento é errado. 

Cuidados com gatos filhotes: O que você deve saber

Acabou de adicionar um gatinho filhote em sua família? Descubra tudo que você deve saber sobre veterinário, alimentação e muito mais!

Anúncios

Como educar um gato para usar a caixa de areia

Aqui, você deve ver se a sua casa tem adaptações pra o seu felino. Afinal, você deve ter em mente que o gato depende de algumas estruturas para que ele consiga se adaptar. Por exemplo, caso ele tenha problemas com a caixa de areia e faça as necessidades fora dela, pela casa, analise:

  • A caixa fica em um local com privacidade e silêncio?
  • O gato tem livre acesso ao local em que a caixa de areia está?
  • Como está a higiene da caixa de areia? Ela está em dia com a limpeza?

Tudo isso impacta no uso da caixa de areia. Também, lembre-se de mostrar a ele, repitidas vezes, onde fica a caixa de areia. Por exemplo, ao adotá-lo, repita isso nos primeiros dias, ao acordar e após cada refeição felina.

Da mesma forma, caso ele comece a demonstrar esse comportamento após a vida adulta, analise as condições acima. Ainda, estude a possibilidade de alterar o local da caixa de areia.

Aprenda como educar seu gato com esses 5 truques 

Como educar seu gato
Como educar seu gato

Por fim, separamos 05 truques especiais que irão ajudar na tarefa de como educar seu gato. Eles são simples, mas na prática fazem toda a diferença. Por isso, confira agora quais são eles e como disciplinar o seu felino!

Saiba comandos para gatos

Os gatos, assim como os cães, também respondem a comandos. Embora demorem mais para adotá-los, eles os aprendem. Basta um pouco de insistência e, claro, de paciência. Eles envolvem diversos comandos.

Por exemplo, ensine-o a buscar brinquedos. Ou, então, a sentar, deitar ou fazer um cumprimento com a pata (Hi-five!). Todos esses comandos pedem o auxílio de um estímulo, como um petisco. Contudo, após o aprendizado, o petisco não é mais necessário.

O seu gato passa a responder automaticamente aos comandos. Para ensiná-lo, basta repetir movimentos. Sente-o, deite-o ou coloque a pata dele na sua mão, por exemplo. Após, elogie-o e dê um petisco. Repita isso à exaustão!

Ensine o gato a não morder

Caso o seu gato morda, isso provavelmente é culpa sua. Brincadeiras na fase de filhotes com mordidas tendem a se repetir na idade adulta. Contudo, com mais força e maiores perigos. Por isso, não apóie esse tipo de comportamento desde a idade tenra.

Afaste a mão e diga “não” de forma firme sempre que isso ocorrer. Se necessário, dê um leve empurrão no bichano ou uma batidinha em seu nariz ou testa com a ponta dos dedos. Isso irá demonstrar para ele a negatividade do comportamento.

Acostume o gato a não subir em cima das coisas

Seu gato sobe nas coisas, tenta pegar seus alimentos e é o terror dos seus objetos de decoração? Então ensine-o a não subir nas coisas. Para isso, valha-se de um spray com água. Todas as vezes que flagrá-lo subindo onde não deve, espirre um pouco de água na face felina.

Eduque sem gritar ou bater no gato

Use o truque com spray ao invés de recorrer à violência. Outros truques envolvem conversar com o gato (comandos de “Não”) ou uma garrafa com grãos. Esse segundo caso é igual ao uso do spray de água, contudo assusta pelo barulho.

Como escolher uma areia de gato adequada?

Quem é tutor de gatos, sabe que a caixinha de areia dos gatos é uma das coisas mais importantes para quem tem esses bichanos em casa.

Sobre o autor

Aline Mesquita

Redatora profissional e Analista de Sistemas, apaixonada pela escrita e pelo aprendizado! Especializada em Marketing de Conteúdo e SEO.

Em Alta

content

Como engrossar cabelo fino e ralo: 10 dicas!

Como engrossar cabelo fino? Essa é uma dúvida comum em quem tem o cabelo mais fininho. Por isso, veja algumas dicas valiosas, clicando aqui!

Continue lendo
content

Curso de automaquiagem gratuito: veja 5 opções!

O curso de automaquiagem gratuito é uma opção bem interessante para quem está buscando aprender um pouco mais sobre maquiagem! Veja aqui.

Continue lendo
content

Nanopigmentação de sobrancelhas: o que é? Veja aqui!

A nanopigmentação de sobrancelhas é uma inovação da micropigmentação, outro procedimento muito conhecido. Clique aqui e saiba mais sobre!

Continue lendo

Gatos

Alimentação crua para gatos: veja os riscos e benefícios!

A alimentação crua para gatos é um bom negócio? Afinal, como deve ser a dieta felina? Veja aqui as respostas para essas e outras perguntas relevantes.

Saiba tudo sobre a alimentação crua para gatos

A dieta é bastante importante para o bem-estar dos felinos. Mas ela comporta alimentação crua para gatos? Entenda se essa é uma boa alternativa para seu gatinho.

A alimentação dos gatos deve ser composta, quase exclusivamente, por proteínas. E a maior representante destas são justamente as carnes. Mas como servi-las? É de bom grado apresentá-las ao bichano de forma crua? Tudo isso pode causar bastante confusão.

Por outro lado, o que significa que a alimentação é, em sua maior parte, protéica? O gato não come outros alimentos? Ele tem alergias ou pode passar mal em contato com alimentação crua para gatos à base de vegetais?

Como fica claro, são inúmeras as questões que surgem quando o assunto é a alimentação dos felinos, principalmente dos gatos domésticos. Atualmente, está em crescimento a moda de dar alimentos crus para eles ou, ao menos, naturais.

Isto é, há um movimento que busca deixar de lado a ração industrial e apostar em alimentos que vem da natureza. Dentre eles estão, por exemplo, carnes, frutas, legumes e verduras. E o crescimento disso pode levantar ainda mais dúvidas

Não só dúvidas, cabe ressaltar. A escolha da alimentação crua para gatos sem o devido acompanhamento veterinário pode colocar a vida do felino em risco. Igualmente, é preciso se informar sobre a questão de modo mais profundo.

Para isso, continue sua leitura. Na sequência você encontra todas as informações para adotar a melhor dieta para seu felino. Como resultado, então, promove o bem-estar do gato, sua longevidade e conforto.

Gato pode comer carne crua?

Quando pensamos na alimentação crua para gato vem à mente a imagem de um leão se deliciando com sua caça. Isso, então, pode resultar em uma ideia bastante controversa: que os gatinhos podem comer carnes cruas.

Contudo, não é bem assim quando estamos falando de gatos domésticos. Eles, assim como os humanos, ficam sob o risco de contaminação com bactérias e outros microorganismos, como parasitas, que eventualmente estejam nesses alimentos.

Além disso, podem apresentar reações, como vômito ou diarréia. Por isso, alimentação crua para gatos não inclui as carnes. Embora você possa servir alguns tipos de carne para seu felino, ela sempre passar por um cozimento prévio. Também, deve ficar longe de qualquer tempero.

Benefícios da alimentação crua para gatos

Como falamos acima, a carne não deve ser algo a compor a dieta crua para gatos. Mas o que fazer, uma vez que os gatos dependem necessariamente de proteínas? A dieta crua não é para eles?

É verdade que os felinos dependem das proteínas animais como principais fontes de energia. Assim, eles não devem passar por uma dieta completamente crua. Afinal, isso não seria possível ante a impossibilidade de servir para eles carnes cruas.

Contudo, apesar da alimentação felina ser preferencialmente protéica, isso não significa que não possam comer outras coisas. Assim como na ração, a alimentação natural também inclui alguns (poucos) carboidratos.

Eles se apresentam principalmente sob o formato de fibras, que são essenciais para o bom funcionamento intestinal. Assim, eles ajudam na digestão ao mesmo tempo em que promovem a limpeza intestinal completa e o bem-estar abdominal do pet.

Alimentação natural felina

A alimentação natural felina garante ao seu bichano a ingestão de todos os nutrientes dos quais ele precisa. Veja como introduzi-la!

Como fazer a transição para uma dieta crua?

Conforme falamos acima, o seu gato não deve encarar uma dieta puramente crua. Isso se deve, principalmente, ao fato de que ele depende, necessariamente, de proteína animal. Ao mesmo tempo, esta, em estado cru, lhe oferece riscos.

Portanto, note como a alimentação crua para gatos não consegue se enquadrar no que o organismo felino requer. Porém, você não precisa descartá-la completamente. Algumas formas de melhorar a dieta do pet é incluindo poucos alimentos in natura e crus.

Por exemplo, jamais dê carne crua ao seu pet. Caso resolva colocar em prática a alimentação natural, cozinhe a carne antecipadamente. Por outro lado, caso queira dar ao seu pet alguns alimentos frescos, considere frutas e legumes.

Antes, entretanto, certifique-se de que os itens que você escolheu para a alimentação crua para gatos são compatíveis com o organismo deles. Veja, aliás, alguns dos vegetais e frutas que jamais devem compor o lanche felino:

  • Uva;
  • Cebola;
  • Alho;
  • Abacate.

A alimentação crua, aliás, não poderá ser a principal fonte de energia do seu gato. Por isso, encare-a como um petisco para dias aleatórios e não tão freqüentes. Uma vez por semana já é suficiente.

Como fazer comida crua para gatos? Saiba um passo a passo!

Como falamos acima, a alimentação crua para gatos pode ser algo presente. Contudo, não pode ser exclusiva e sequer conter carnes. Em caso contrário você dará espaço para riscos de contaminações, alergias a aversões alimentares.

Mas, então, o que fazer? Devo abandonar a possibilidade de dar alimentos crus aos pets? Em verdade, não. Você pode incluí-los desde que isso se dê com cuidado e em poucas quantidades. E, claro, em combinação com proteínas cozidas (alimento natural) ou ração.

Veja como fazer alguns alimentos crus, então, para a alimentação crua para gatos:

  • Banana: descasque a fruta, descartando a casca. Corte a banana, então,em pedaços pequenos e ofereça ao gato. Não dê mais do que 03 dedos de comprimento, porém, eis que essa fruta é contém muita frutose;
  • Maçã: descasque a fruta e descarte as sementes, também, antes de servi-la. Novamente, dê apenas alguns pedaços e em tamanhos pequenos;
  • Melão e Melancia: a forma de servir é a mesma que a da maçã, com necessidade de descarte das sementes, que possuem propriedades nocivas.

Com esses itens você pode oferecer ao seu felino a alimentação crua para gatos. Embora ela não seja ideal para a adoção integral, ela traz benefícios à saúde do pet. Para isso, então, requer combinação com outras alimentações, que se dão em maior grau. O melhor exemplo é a ração industrial.

Caso haja dúvidas, ainda, não deixe de consultar o seu veterinário. Ele é quem realmente poderá indicar se a alimentação crua para gatos é boa ou não para o seu pet.

https://senhorgato.com/base-alimentar-felina/

Conhecer a base alimentar felina é importante para os tutores de gatos. Ela possui detalhes que exigem cuidados especiais. Conheça quais são!

Você também pode gostar

content

Por que investir em cursos de beleza? Veja tudo aqui!

Veja motivos importantes por que investir em cursos de beleza, assim você também poderá ingressar nesse ramo em expansão!

Continue lendo
content

Cursos gratuitos Domestika: conheça e saiba 10 opções!

Os cursos gratuitos Domestika são uma excelente opção para quem está buscando se profissionalizar em novas áreas de atuação! Confira!

Continue lendo
content

Curso de nutrição online e gratuito: aprenda a emagrecer

O curso de nutrição online e gratuito é uma excelente opção para quem está buscando atuar na área e se profissionalizar! Veja mais aqui.

Continue lendo